Aposta do empresário e proprietário da Trans Santa Luzia, Edison Cicero da Silva, o caminhão Constellation 24.280, adquirido no ano de 2012, ultrapassou a marca de 1 milhão de quilômetros rodados. 

O modelo recebe motor MAN D08, que não teve de recorrer a qualquer tipo de intervenção para alcançar a marca, como retífica, por exemplo. 

O grande segredo está na manutenção conforme a recomendação do fabricante. TRANSPORTE MUNDIAL já mostrou diversos modelos de diferentes marcas, como Agrale, Volvo, Mercedes-Benz e Scania, que ultrapassaram a marca de 1 milhão de quilômetros e o que eles tinham em comum era exatamente a manutenção seguida a risca conforme o manual do fabricante.

Zeloso com a frota, Edison segue à risca o manual do proprietário, e todas as revisões são feitas na rede de concessionárias. “Minha frota roda em média 28 mil quilômetros por mês, partindo carregada de São Paulo para toda a região Nordeste. Levo carga seca, desde cosméticos até peças para máquinas e tratores, e preciso de caminhões de confiança e com a praticidade de não depender de Arla”, destaca.

Frota

A Trans Santa Luzia possui doze caminhões Volkswagen na frota. Destes, seis são equipados com o motor MAN D08, incluindo a última compra do empresário, o Constellation 24.280 V-Tronic. 

  • Rafael Lima

    Vou esfregar esse post na cara de muitos ”volveiros” que dizem que só Volvo é sinônimo de durabilidade. Eu sempre falei, caminhão é cuidado e manutenção preventiva!

    • Zetros1833

      Não adianta, esse pessoal é muito fanático. Ós “scanistas” são a mesma coisa. Na empresa Xavante tem um ônibus Mercedes O-400 RSD que já rodou 3 milhões de km sem abrir o motor. A Viação Andorinha tem vários ônibus Mercedes que já passaram de 1 milhão.

      Mas adianta explicar isso pra eles?, rsrsrs.Enfim.

      • Rafael Lima

        Pois é meu amigo, de fato não adianta, e esse pessoal querem ser os donos da verdade. Agora, não querem adquirir conhecimento algum, só falam do que eles ”acham” que é, e ainda querem ter razão, não admitem estarem errados também.

        • Zetros1833

          É verdade.

      • mjprio

        Na verdade, a questão da durabilidade está relacionada – salvo algumas exceções – ao zelo na manutenção e na condução a todos os veículos de uma forma geral. Se vc mantém seu carro com combustível e peças de qualidade e não esmerilhar o veículo, o terá por muito tempo! Ainda mais no caso de veículos normalmente robustos como caminhões e ônibus

  • Geraldo Veras

    Mas nem tudo são flores. Tem que ver o tipo de carga que esse veículo anda. Dificilmente anda sempre com peso de balança. Digo isso porque esse motor com EGR foi usando por dois anos aqui na coleta de lixo e ônibus urbano. O resultado é que foram trocados por VM 220, e os ônibus por OF da mercedes. Davam muitos problemas em diferentes componentes: um radiador que fica embaixo do motor era um dos piores componentes. Tem problemas com aquecimento etc e a manutenção é bem mais cara que o MWM do Volvo e o OM do Mercedes.