Seguindo o plano de desenvolver caminhões totalmente autônomos até o ano de 2020, a Hyundai Motor Company promoveu uma viagem de testes inaugural com o modelo Xcient.

 

Em um percurso de pouco mais de 40 quilômetros, o caminhão da fabricante sul-coreana rodou com um semirreboque para simular o transporte de cargas, entre as cidades de Uiwanf e Incheon. 

“A navegação autônoma de caminhões transformará a indústria logística comercial, e esperamos que reduza a quantidade de acidentes viários que ocorrem a cada ano. Nessa etapa, um controlador humano, em certas situações, ainda é empregado para monitorar o veículo de forma manual, mas creio que alcançaremos o nível 4 rapidamente, já que estamos atualizando constantemente nossa capacidade tecnológica”, afirma Maik Ziegler, diretor do grupo de estratégia de pesquisa e desenvolvimento de veículos comerciais da Hyundai.

Confira quais são os níveis e automação existentes

Teste

Para o teste, o Xcient, pesado Premium da Hyundai, com capacidade máxima de carga de 40 t, recebeu o sistema de condução autônoma de nível 3, que acelera, freia e detecta mudança de faixa do veículo à frente sem intervenção do condutor.

No total, 10 sensores, 3 câmeras (frontal, traseira e lateral), 2 radares e um sensor de ângulo de engate – que, para estabilizar o caminhão de maneira, calcula o ângulo entre o caminhão e o reboque em tempo real – foram instalados no modelo para os testes.

   

Além de ampliar a segurança, a Hyundai frisa que o caminhão autônomo, ao não sofrer mudanças bruscas na velocidade, reduz o consumo de combustível e, por consequência, a emissão de gases poluentes na atmosfera.