Traton é o novo nome do Grupo Vokswagen Truck & Bus, dono das fabricantes de caminhões e ônibus Volkswagen, Scania e MAN. Foto: Divulgação

Assim como as empresas norte-americanas Facebook e Google dominam a internet, dois grupos alemães produtores de caminhões e ônibus dominam 65,68% do mercado brasileiro de caminhões. Do total de 46.072 pesados emplacados de janeiro a agosto deste ano, 30.262 foram de marcas que pertencem aos grupos Traton e Daimler. Confira os números:

Grupo

 

Marcas no Brasil

 

Volume de emplacamentos de janeiro a agosto de 2018

Participação

Traton (ex-Volkswagen Truck & Bus)

Volkswagen, Scania e MAN

17.867

 

38,78%

Daimler Truck

Mercedes-Benz

12.395

26,90%

Volvo

Volvo

6.542

14,20%

Ford Company

Ford Caminhões

5.670

12,31%

CNH Industrial

Iveco

1.743

3,80%

Paccar

DAF

1.382

3,00%

Agrale

Agrale

35

0,08%

Caoa

Hyundai

19

0,04%

Outros

 

28

0,06%

Mercado Total

 

46.072

100%

 

No mundo, o Grupo Daimler é dono (total ou com participação acionária) de diversas marcas de caminhões e ônibus, como Mercedes-Benz, Fuso, Freightliner,  Western Star, BharatBenz Setra, Thomas Built Buses e BFDA (joint venture com a Foton Motors).

Em ônibus, dos 8.883 modelos emplacados, 6.793 foram das marcas dos grupos Daimler e Traton, o que representa 76,47% do total:

Grupo

 

Marcas no Brasil

 

Volume de emplacamentos de janeiro a agosto de 2018

Participação

Daimler Truck

Mercedes-Benz

4.878

54,91%

Traton (ex-Volkswagen Truck & Bus)

Volksbus, Scania e MAN

1.915

 

21,56%

Agrale

Agrale

1.062

11,96%

CNH Industrial

Iveco

786

8,85%

Volvo

Volvo

241

2,71%

Outros

 

102

1,15%

Mercado Total

 

8.883

100%

 

Leia mais:

Mercedes-Benz contrata para aumentar produção do Actros em Juiz de Fora

Grupo Traton

10 caminhões mais emplacados em agosto de 2018

Veja o vídeo sobre o último lançamento da Ford

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).