Mercedes-Benz e Volkswagen tem muito em comum. Ambas são marcas controladas por gigantes grupos alemães. A Mercedes-Benz pelo Grupo Daimler AG e a Volkswagen Caminhões e Ônibus, pelo Grupo MAN AG. Ambas possuem o chamado full line (linha completa de produtos). Ambas disputas a liderança do mercado brasileiro de caminhões, com percentuais bastante próximos no total de caminhões. Porém, cada uma é forte em diferentes segmentos. Com base nos dados de emplacamentos do primeiro quadrimestre deste ano, conheça a força de cada marca nas diferentes faixas de mercado:

Semileves – PBT de 3.500 kg até 5.999 kg

Aqui a vitória é da Mercedes-Benz com a família Sprinter. Ela emplacou 307 veículos conta 232 unidades da Volkswagen. Vale destacar que a novos produtos da nova família Delivery estão chegando o mercado, o que tornará este segmento vem mais competitivo. Só para se ter uma ideia, a Volkswagen cresceu 112,8% nesses primeiros quatro meses em relação ao mesmo período do ano passado, quando emplacou 106 unidades do VW Delivery 5.150, única opção na época. Agora, soma-se a família o VW Delivery Express, 4.150 e 6.160.

Leves – PBT de 6.000 kg até 9.999 kg

Com uma diferença significativa, nos leves a vantagem é da Volkswagen, com 1.720 unidades contra 1.120 da Mercedes-Benz. Essa diferença em favor da Volkswagen deve-se ampliar devido a chegada do VW Delivery 9.170.

Médios – PBT de 10.000 kg até 14.999 kg

Com grande vantagem, a Volkswagen também liderança entre os caminhões médios com 1.057 unidades contra 293 da Mercedes-Benz. A marca da estrela é terceira colocada neste segmento, pois a vice-liderança pertence à Ford Caminhões, com 539 caminhões emplacados. E tudo indica é que a Volkswagen continuará na liderança dos médios, pois o recém-lançado VW Delivery 11.180 já é o líder do segmento, com 439 unidades.

Semipesados – chassi rígido de PBT de 15 t até CMT de 45 t – cavalo mecânico com PBTC abaixo de 40 t

Graças ao VW Constellation 24.280, responsável por cerca de 50% das vendas de caminhões semipesados, a Volkswagen Caminhões também lidera entre os caminhões semipesados com 1.905 veículos emplacados no quadrimestre e um crescimento de 79,9% sobre o mesmo período do ano passado. A Mercedes-Benz é a segunda colocada com 1.266 unidades.

Pesados – caminhão rígido acima de 45 t de CMT e cavalo mecânico com PBTC a partir de 40 t

O caminhão pesado mais vendido é o Scania R 440, mas a somada da variedade de versões de Actros e Axor garantem a liderança da Mercedes-Benz no maior segmento da indústria de caminhões. A marca da estrela emplacou 2.780 veículos de janeiro a abril. A Volkswagen emplacou 897 unidades, incluindo os da marca MAN.

Total com todos os segmentos

Como grupo, a MAN Latin America lidera com total de 5.811 caminhões emplacados no primeiro quadrimestre. Como marca, considerando que 373 são da marca MAN e 5.438 da Volkswagen, a liderança pertence à Mercedes-Benz com 5.770 unidades emplacadas. Dos cinco segmentos, VW é líder em leves, médios e semipesados; e a Mercedes-Benz em semileves e pesados.

Apesar da Mercedes-Benz liderar em menos segmentos, o de caminhões pesados é o maior da indústria (44,82%)., seguido dos semipesados (22,96%), leves (20,03%), semipesados (6,36%) e médios (5,84%).

Veja quais foram os 11 caminhões mais vendidos em abril e outras notícia sobre transporte no site da Transporte Mundial.

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).