31 unidades do ônibus vermelho de dois andares da Optare serão equipados com eixo motriz elétrico da ZF. Foto: Optare, Thomas Drake

A ZF vem há alguns anos se preparando a eletrificação do trem de força de veículos comerciais e os primeiros resultados começa a aparecer. Em Londres, 31 novos ônibus com a tradicional carroceria vermelha de dois andares da fabricante britânica Optare serão construídos com o eixo motriz AxTrax AVE equipado com motor elétrico.

Já nos Estados Unidos, associações de transportes de diversas cidades encomendaram 100 ônibus da fabricante New Flyer of America, Inc., todos também com o mesmo eixo da ZF. Todos os veículos, do modelo Xcelsior Charge, serão entregues até 2020. Entre as regiões que vão receber os ônibus, estão Los Angeles, Seattle, Boston e Minneapolis.

Londres planeja frota 100% elétrica

A Transport for London (TfL) é a empresa municipal responsável pela gestão do transporte público na capital inglesa, cidade que mais tem investido em veículos com baixa ou zero emissões de poluentes, como modelos elétricos, biodiesel e movidos a gás natural. Até mesmo em ônibus movido a biodiesel feito a partir da borra de café (link para reportagem sobre o assunto no fim deste texto).

O grande desafio será convencer os britânicos a utilizarem transporte público no lugar dos automóveis. Pesquisa feita pela Volvo Buses em todo o Reino Unido revelou que 61% dos jovens ainda preferem, hoje e nos próximos 15 anos, utilizarem automóveis como modo preferencial para locomoção.

Para convencer os londrinos a optarem por um transporte mais limpo, a TfL planeja que a frota de ônibus seja totalmente movida a eletricidade até 2037 e, assim, acreditar que as pessoas vão deixar os automóveis para uso em situações eventuais e o transporte público no dia a dia.

AxTrax AVE

O eixo de tração elétrica da ZF foi introduzido pela primeira vez em 2012 e pode ser combinado com configurações de célula de combustível e híbrida seriel com motor diesel para gerar energia ou ser alimentado por uma bateria. Devido ao design plano, os fabricantes têm muita liberdade quando se trata de projetar o interior com piso baixo ou alto e, inclusive, com espaço que possibilita a instalação de um conjunto maior de baterias.

O AxTrax AVE tem dois motores elétricos nas rodas que geram juntos até 250 kW (335 cv). A ZF explica que a aplicação não requer componentes especiais, o que permite utilizar rodas, pneus e freios a disco dos ônibus convencionais.  

Veja como funciona o ônibus movido a diesel feito de borra de café

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).