A presença da Peugeot na Fenatran, pela primeira vez, simboliza uma nova fase para a marca francesa no Brasil. Ela quer ter a mesma relevância na América Latina que tem na Europa. No Velho Continente ela lidera o segmento de comerciais leves com 12,1% de participação e com uma gama bastante variada de opções para transporte de cargas e passageiros.

Na Fenatran, a Peugeot lançou o furgão Expert na configuração com a carroceria de 5.308 mm de comprimento e capacidade de carga para 1.500 kg ou 6,6 m3. Ana Teresa Borsari, diretora geral da Peugeot do Brasil, disse que o relançamento do Partner no ano passado —modelo que já conta com 10% de participação do segmento de furgões pequenos —, mais a chegada da primeira versão do Expert, são apenas o começo da estratégia da marca no Brasil, como na América Latina.

Podemos adiantar que, dentro das opções que a Peugeot tem na sua linha da Europa, deverão ainda chegar novidades no Brasil. Isso deve ocorrer no prazo de um a dois anos. A versão passageiro do Expert, a linha de furgões Boxer renovada e o novo Partner, com um desenho mais atual do que o modelo vendido atualmente por aqui estão na lista.

O Peugeot Expert

Como Peugeot e Citroën fazem parte do mesmo grupo, o PSA, as plataformas dos seus veículos são sempre as mesmas. No caso dos comerciais leves, as semelhanças são ainda maiores. Eles se diferenciam em componentes que trazem a identidade de cada marca, como painel de instrumentos, frontal, para-choques e lanternas.

A ficha técnica do Peugeot Expert é idêntica do Citroën Jumpy. Ambos foram desenvolvidos a partir da plataforma EMP2, a mesma dos luxuosos Peugeot 3008 e Citroën C4 Picasso. Daí, já dá para imaginar que o conforto é um diferencial desses modelos, porém, com suspensão preparada para o trabalho e as condições do Brasil. Ela é 3 cm mais alta do que Expert vendido na Europa.

Motor Euro 6

O motor é o turbo diesel BlueHDi 1.6 de 115 cv e 30 mkgf de torque que já atende a legislação Euro 6, mais exigente do que a atual no Brasil, Proconve L6 (Euro 5). Isso faz deles menos poluentes e mais econômicos do que similares, com nota A na etiquetagem do Inmetro. Porém, o Euro 6 já exige o uso de Arla 32. O câmbio é manual de seis marchas.

São duas versões do Expert, a Business e a Business Pack, com preço a partir de R$ 79.990. O furgão é bastante completo em tecnologia de segurança desde a versão básica, indo além dos itens obrigatórios por lei, como airbags e freios ABS. Ele vem de fábrica com controle de estabilidade (ESP) e assistente de partida em rampa.

A segurança está também no compartimento de carga com travamento separados para habitáculo e compartimento de carga, este com uma divisória de aço. Caso o veículo seja aberto quebrando uma das janelas, os botões de abertura das portas ficam inativos, impedindo o acesso à zona de carga.

O compartimento de carga tem capacidade para 6 m³ de espaço. Para materiais longos, tipo cano, madeira, há o módulo Moduwork na versão Business Pack. Isso amplia o comprimento do piso de 2,86 m para 4,02 m, aproveitando o espaço que seria do terceiro passageiro. A altura interna para carga é de 1,39 m e a largura de 1,63 cm (1,25 m entre as caixas de rodas).

O banco do motorista e o volante possuem regulagens comum aos automóveis. O painel de instrumentos é completo, com computador de bordo, piloto automático e indicador de mudança de marchas (GSI).

Estratégia da Peugeot

Jumpy e Expert podem ser tecnicamente idênticos, porém, Ana Teresa garante que, da fábrica para fora, cada marca trabalha de acordo com suas estratégias comerciais.

Para se diferenciar, a diretora geral da Peugeot disse que 60% da rede foi trocada por grupos empresariais que têm o perfil que a marca quer de atendimento. E, para o segmento comercial, a Peugeot está entregando benefícios de pós-vendas até superior ao de automóveis de passeios. A empresa o batizou de Total Care Pro. São 13 compromissos, que vale destacar que se o veículo não for entrega no dia combinado, o proprietário não paga pela revisão.

Outro compromisso interessante é o fato de que a concessionária não pode cobrar nada além do orçamento inicial. Qualquer diferença será paga pela Peugeot. E como exclusivo para os veículos comerciais, há a prioridade no atendimento. Os centros urbanos contarão com Peugeot Profissional Center, que são concessionárias credenciadas com profissionais treinados para atendimento à frotistas. As revisões também terão preços fixos, totalizando R$ 4.687 até 100.000 km.

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).