Tendência na Europa, a utilização de combustíveis alternativos pela FPT Industral / Iveco vem se tornando cada vez mais o foco da empresa no Brasil, por meio de investimentos nas tecnologias GNV (Gás Natural Veicular) e gás biometano.

“A FPT Industrial já trabalha há vários anos com tecnologia própria para utilização do Gás Natural Veicular (GNV) e registra mais 30 mil motores comercializados. Agora amplia seu portfólio com motores a biometano, diz Gustavo Teixeira, especialista em homologações da FPT Industrial.

Longe de ser unanimidade no Brasil, o GNV já é utilizado em larga escala em diversos países pelo mundo, como Espanha, Itália, China, Israel, França, Holanda e Alemanha. Colômbia, Peru e Venezuela lideram a utilização do combustível na região, segundo a marca.

O portfólio de motores GNV FPT Industrial abrange o Cursor 9, de 134 cv e 294 cv de potência, utilizados em caminhões dos segmentos leves, médios, pesados e ônibus urbanos.

Coletor de lixo

No Brasil, a FPT Industrial, em parceria com a Iveco, desenvolveu três veículos movidos a GNV que passaram por testes.  Em Porto Alegre, rodou em testes o Tector 170E20G, coletor de lixo equipado com o N60. Em São Paulo, o coletor de lixo Tector 170E20G AT, equipado com motor N60 GNV, também passou por avaliação. Já na linha de comerciais leves, ambos equipados com motores F1C, dois Daily GNV, um 35S14G na versão furgão e um chassi cabine para aplicação urbana, foram testados em Minas Gerais e em São Paulo, respectivamente.