O Iveco Hi-Way é um caminhão polivalente que pode resolver uma grande variedade de operações rodoviárias. A linha é composta pelos modelos com motores FPT de 440 cv, 480 cv e 560 cv.

E para conhecer o brutão, TRANSPORTE MUNDIAL viajou para Minas Gerais, precisamente para Sete Lagoas, rodovia MG-238, próximo à fábrica da Iveco para andar no Hi-Way 800S48TZ, modelo equipado com motor denominado Cursor 13. Trata-se de um propulsor com cilindrada de 12.880 cm³, com bloco de 6 cilindros em linha, 24 válvulas e alimentado pelo sistema de injeção common-rail.

O Cursor 13 na versão avaliada desenvolve potência de 480 cv a 1.900 rpm e torque de
245 mkgf de 1.000 a 1.500 rpm. Faz parte do trem de força a transmissão ZF 16AS 2630 TO automatizada, de 16 velocidades e duas rés que a Iveco chama de Eurotronic.

O conforto está presente em muitos detalhes e alguns deles foram inspirados nos veículos da Ferrari, empresa pertencente ao Grupo Fiat. Exemplo disso são os bancos do motorista e do passageiro, que além do desenho esportivo, possuem cintos de segurança integrados. O cliente pode escolher os bancos com revestimento de couro ou tecido sem alterar o valor pago pelo caminhão.

Confiabilidade que o caminhão transmite em marcha é algo a se destacar, uma vez que a sensação é de estar a bordo de um automóvel de luxo, porém, de grandes dimensões.

O cliente do agronegócio e do transporte de líquidos, por exemplo, estão entre os principais compradores do modelo. O Teste completo você confere na edição 162 da Revista TRANSPORTE MUNDIAL.

 

 

Compartilhar
Andrea Ramos
Jornalista especializada em veículos comerciais, apaixonada por caminhões e punk rock, e mãe do B e do Ben.