Apelidado como projeto Phevos, depois de cinco anos e investimentos próximos a R$ 1 bilhão, a MAN Latin America apresentou sua família de caminhões Delivery. A nova gama, totalmente redesenhada e com mais tecnologias embarcadas, chegou para se juntar aos já existentes Delivery que permanecem em produção. “A ideia é oferecer os dois modelos. O atual direcionado ao cliente mais conservador e que não quer investir mais no novo produto. Já a novidade vai agradar a quem quer algo mais moderno. Como hoje acontece entre o Worker e o Constellation, este é mais moderno, mais completo. Mas o Worker ainda tem o seu público”, explica Ricardo Alouche, vice-presidente de vendas e marketing da MAN Latin America.

O novo integrante da gama de comerciais leves da marca é o Delivery Express – este é o modelo com o qual a Volkswagen vai estrear no mercado de 3,5 t de PBT. O caminhão terá como principais clientes aqueles condutores que hoje atuam com picapes de médio e grande porte, chassi-cabine ou os coreanos. Para tanto, além do PBT, sua capacidade de carga útil é de 1 t e pode ser guiado por condutores com carteira de habilitação categoria B.

Um diferencial do Delivery Express será a possibilidade de ser implementado de fábrica com baú ou carga seca.

O Delivery 4.150 é outra novidade que leva a marca a ingressar em um segmento que ela também não estava, mesmo porque na linha atual a gama Delivery começa com o 5.160, cujo o volume de vendas é pequeno, mas permanece em produção.

O 6.160 e o 9.170 são outras novidades que os executivos da marca estimam como possíveis campões de vendas – assim como ocorre com o atual 8.160 que é o caminhão mais vendido do Brasil.

Completa a família os modelos 11.180 4×2 e o 13.180 6×2. O primeiro tem como atributos a carga útil de 7.500 kg, maior em relação ao seu principal rival,o Ford Cargo 1119, cuja carga útil é de 7.164 kg. O 13.180 será produzido com o terceiro eixo instalado de fábrica.

Pacotes que os diferenciam

Os caminhões serão ofertados em três pacotes de acabamento: City (com itens básicos para competir com os coreanos), Trend (intermediário) e Prime (completo no conforto e acabamento).

A partir do segundo semestre de 2018 todos os modelos passarão a ser oferecidos com a opção da transmissão automatizada Eaton de 6 velocidades.

Quem quiser ver os novos Delivery de perto vale a pena passar por uma concessionária MAN a partir da próxima semana ou visitar o estande da marca durante a Fenatran que acontece de 16 a 20 de outubro no São Paulo Expo.

Para mais detalhes sobre os novos produtos, veja reportagem completa na edição de outubro da revista TRANSPORTE MUNDIAL.

Compartilhar
Andrea Ramos
Jornalista especializada em veículos comerciais, apaixonada por caminhões e punk rock, e mãe do B e do Ben.
  • Daniel Girald

    A briga com a F-350 e a F-4000 vai ser boa.

  • eleuizer

    De frente com esses cromados não lembra uma versão de farol retangular do MB LP?

    • mjprio

      Seria um carinha chata rsrsrs.