A Daimler Trucks aumentou suas vendas mundiais nos primeiros onze meses de 2017 em 12%, para 422.500 unidades. Até o final de novembro, mais caminhões foram entregues do que em todo o ano passado. Em 2016, a divisão de caminhões Daimler vendeu aproximadamente 415 mil veículos da Mercedes-Benz, Fuso, Freightliner, Western Star, Thomas Built Buses e marcas BharatBenz em todo o mundo.

Com base nos dados iniciais de dezembro, a Daimler Trucks assume que terminará o ano inteiro com vendas unitárias na magnitude de 465 mil veículos ( contra 415.100 em 2016). Os números de vendas finais estarão disponíveis na conferência de imprensa anual da Daimler em 1º de fevereiro de 2018.

Freightliner Cascadia

O crescimento significativo nas vendas de unidades alcançadas pela Daimler Trucks foi impulsionado pelo desenvolvimento positivo de vendas na região do NAFTA, especialmente no segundo semestre do ano.

Embora, como esperado, o desenvolvimento do mercado norte-americano tenha sido ligeiramente mais fraco do que no ano anterior, a Daimler Trucks aumentou suas vendas nos primeiros onze meses do ano em 12% para 150,6 mil unidades. Com uma participação de mercado de 39,2% nas classes de peso 6 a 8, a Daimler Trucks continuou a ser o líder do mercado de caminhões de médio e pesado porte na América do Norte. Uma das principais razões para o sucesso da divisão de caminhões no mercado norte-americano é o novo Freightliner Cascadia.

A Daimler Trucks aumentou suas vendas na região da UE30 (União Européia, Suíça e Noruega) em 3% para 73.600 unidades nos meses de janeiro a novembro. A Mercedes-Benz manteve sua liderança de mercado no segmento de caminhões médio e pesado com 21% por cento. A Mercedes-Benz é a marca mais vendida também na Alemanha, com uma participação de mercado de 36,6% e entregas de 28.000 veículos.

Brasil e Argentina

Na América Latina, as vendas de 27.300 veículos da Daimler Trucks nos primeiros onze meses do ano foram 9% maiores do que no período anterior Houve um forte contribuição do desenvolvimento positivo das vendas na Argentina, onde foram entregues 5.200 caminhões aos clientes contra 3.500 em 2016, aumento de 47%. No principal mercado da região, o Brasil, a Daimler Trucks aumentou suas vendas unitárias em 8% para 12.200 veículos, contra 11.200 em 2016.

As vendas unitárias na Ásia aumentaram em 18% para 132.400 caminhões contra 112.600 em 2016. (2016: 112.600).

Na China, o maior mercado de veículos do mundo, a Daimler detém participação de 50% na empresa Pequim Foton Daimler Automotive, o produtor de caminhões de serviço médio e pesado sob a marca Auman. Juntamente com a significativa recuperação do mercado na China, as vendas de 104.600 caminhões da Auman nos primeiros onze meses foram significativamente maiores do que no período anterior (2016: 68.800; +52%).

 

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).