Com a promessa de se tornar o caminhão mais potente do mundo, o Nikola One, um híbrido-elétrico com autonomia entre 1.200 e 1.900 quilômetros, acaba de ser apresentado pela fabricante norte-americana Nikola Motor Kompany.

Trata-se de um protótipo do caminhão, que conta com seis motores elétricos nas rodas e que, juntos, entregarão mais de 2.000 cv de potência ao modelo, segundo a fabricante. Além sua bateria terá capacidade de até 320 kWh, sendo alimentada por uma turbina.

Como a plataforma também é híbrida, o caminhão da Nikola também deve contar com um tanque para armazenamento de combustível GNV (Gás natural Veícular).

A intenção da empresa é de iniciar as vendas do Nikole One em 2020, apesar de já aceitar encomendas de seu caminhão 100% limpo.