Mercedes-Benz Sprinter – chassi cabine, van e furgão

Uma nova geração da família Sprinter foi apresentada na Europa pela Mercedes-Benz e as vendas começam em junho deste ano. Para a América Latina ainda não há data para a chegada da nova geração. Porém, sabe-se que novos investimentos estão sendo feitos na fábrica da Argentina, local no qual são produzidos os modelos vendidos no Brasil.

Os investimentos de 150 milhões de dólares na planta industrial Juan Manuel Fangio, perto de Buenos Aires, foram anunciados em abril de 2017 para a produção de uma nova geração do furgão, van de passageiro e cabine chassi da Sprinter, para continuar sendo um veículo comercial global. Tudo isso indica que a nova geração apresentada na Europa será a mesma que será fabricada na Argentina e depois exportada para o Brasil.

Mercedes-Benz Sprinter com sistema multimídia sensível ao toque

Tração dianteira

A nova geração traz muitas novidades, a começa pelo novo design exterior e interior. Outra novidade será as opções de tração dianteira, traseira e 4×4. Isso não significa que todas as configurações serão comercializadas em todos os mercados, mas conforme às condições de cada país.

No interior da nova Sprinter o que mais chama atenção é uma central multimídia sensível ao toque, como nos novos automóveis da marca. O volante também traz mais teclas para diversas funções.

Maior capacidade de carga

Para o mercado europeu, a Mercedes-Benz vai oferecer cerca de 1.700 opções de configuração da Sprinter, a partir de entre-eixos entre 3,25 m e 4,33 m e PBT (Peso Bruto Total) de 2,5 t a 8,75 t, alcançando um novo patamar de capacidade de carga. As opções de potência de motores variam entre 114 cv, 143 cv e 163 cv em bloco de 4 cilindros e 2.1 litros. Haverá também a opção do motor 3.0 de 190 cv. O câmbio poderá ser manual 7 marchas ou automático de 7 ou 9 velocidades.

Mercedes-Benz eSprinter

Para 2019, a Mercedes-Benz programa o lançamento da versão com motor elétrico.

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).