As receitas líquidas de vendas e serviços financeiros do primeiro trimestre de 2018 do Grupo Paccar foram de US$ 5,65 bilhões, 33% acima dos US$ 4,24 bilhões obtidos em igual período de 2017. A Paccar obteve lucro líquido de US$ 512,1 milhões (US$ 1,45 por ação diluída) no primeiro trimestre deste ano.

“O excelente balanço da Paccar e o forte fluxo de caixa operacional permitiram que a empresa investisse US$ 3,0 bilhões em novas instalações, produtos e serviços durante os últimos cinco anos. Os novos veículos Kenworth, Peterbilt e DAF, o trem de força Paccar integrado, as melhores instalações de produção de caminhões e motores, os novos centros de distribuição Paccar Parts e a marca TRP estão contribuindo para o crescimento a longo prazo da Paccar”, disse Gary Moore, vice-presidente executivo da Paccar.

Mercados Globais de Caminhões

As encomendas da indústria de caminhões do primeiro trimestre de 2018 nos EUA e Canadá foram mais do que o dobro do mesmo período do ano passado. O mercado de caminhões reflete a forte economia e a excelente demanda de frete. “Contudo, aumentamos nossa estimativa das vendas no varejo da indústria de caminhões Classe 8 este ano para os EUA e o Canadá entre 265.000 a 285.000 veículos, respectivamente”, explica Moore.

Os pedidos de caminhões acima de 16 toneladas da DAF aumentaram 41% no primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período do ano anterior. “A nova instalação de pintura dos caminhões DAF em Westerlo, na Bélgica, expandiu a capacidade de produção da marca, permitindo aumentar sua participação no mercado de caminhões deste ano”, disse Preston Feight, presidente da DAF e vice-presidente da Paccar. “A DAF alcançou uma excelente fatia de mercado de 16,4% no segmento europeu de 16 toneladas no primeiro trimestre de 2018.” Os registros europeus de caminhões no segmento acima de 16 toneladas estão estimados em 300.000 e 320.000 veículos em 2018. .

A Paccar aumentou recentemente seu investimento na América do Sul expandindo sua linha de caminhões DAF no Brasil e na região andina e abrindo um novo PDC no Panamá. O mercado de caminhões acima de 16 toneladas está projetado para aumentar entre 40.000 e 45.000 veículos em 2018, comparado a 32.000 no ano passado. “O mercado de caminhões em expansão e a maior participação de mercado da DAF Brasil impulsionaram o aumento da produção”, disse Michael Kuester, presidente da DAF Brasil.

DAF nos quatro primeiros meses

Para se ter ideia do quanto a DAF representa no mercado brasileiro e para a América Latina, nestes primeiros quatro meses do ano, a empresa faturou 555 unidades, enquanto que em 2017 foram comercializados 215 caminhões, o que se traduz num crescimento de 158%.