A nova geração de caminhões Scania, enfim, está completa. Após renovar as cabines para o transporte rodoviário on-road e off-road(G, R e S) e para a construção (XT), a fabricante agora foca no segmento de transporte urbano. Tratam-se das linhas L – totalmente nova, piso baixo e forte apelo ambiental – e P, a renovação da cabine já existente.

Cabine L

Com a introdução dos motores de 7 e 9 litros para os caminhões mais leves (L e P), a Scania passa a oferecer ao mercado opções que prometem ser até 10% mais eficientes, de dimensões compactas e interior mais espaçoso.

A gama L é voltada aos segmento de distribuição urbana, coleta de lixo e manutenção, e apresenta maior visibilidade ao motorista, já que posiciona o condutor na mesma altura que os outros usuários da estrada, estando apenas 93 cm acima do solo. Pensando em agilizar a operação de embarque da tripulação, o Scania L possui dispositivo que faz o caminhão ‘ajoelhar’ em ambos os lados da cabine.

Podendo levar até quatro tripulantes, a série L pode receber motor a diesel ou gás. A caixa Opticruise automatizada é oferecida em todas as versões e, para o segmento de coleta, uma caixa automática da Allison. O caminhão é oferecido nas versões 4×2, 6×2 e 6×4.

“Com o lançamento, a Scania prepara de forma abrangente a mudança necessária para o transporte sustentável, oferecendo caminhões sob medida com baixo índice de emissões de carbono para todas as aplicações de transporte”, afirma Christian Levin, vice-presidente executivo de vendas e marketing.

P renovada

Das gamas já existentes, a P foi a última a ser renovada pela Scania, e agora apresenta novo design, interior e condições de visibilidade.  

A renovação da gama P apresentou ao mercado a nova CrewCab, opção especialmente desenvolvida para ser empregada pelos bombeiros, para acomodar até oito tripulantes. Assim como a linha L, a P conta com um vidro na altura das pernas da tripulação, para melhor visualização em situações urbanas, como um ciclista andando com sua bicicleta.

Tudo sobre a renovação completa de caminhões Scania você conferece na edição 170 da revista TRANSPORTE MUNDIAL. 

 

  • mjprio

    Matéria fraca. Os blogs de automóveis fizeram um post melhor. Tudo bem que os detalhes estarao na revista,mas nem citaram o motor Cummins que será o DC07, nem divulgaram fotos do painel

  • eleuizer

    Chega até ser estranho a VW permitir o desenvolvimento de cabine e motor, e não ter pego um Man da linha leve, e simplesmente colocado o logo da Scania e pau na máquina. No Brasil, com certeza pegaria um worker e colocariam o logo da Scania com Grifo e tudo.

    • Osmar Tellos

      Apesar da Scania pertencer ao Grupo VW, as operações são independentes. Se não fosse assim, o Constellation pesados, usariam motores Scania, no mercado nacional, já que o motor já é bem aceito no mercado.