Grade com detalhes cromados e rodas pretas diferenciam a série Golden Edition

Série especiais sempre recenderam boas vendas para as montadoras. São produzidos em quantidade limitada que ganham diferenciais estéticos ou de equipamentos para compradores dispostos a pagar por uma exclusidade. Nesta linha, a Mercedes-Benz acaba de lançar a série Golden Edition da Sprinter 415 para o segmento de van de passageiros. Serão apenas 100 undades que, portanto, média de uma para cada duas concessionárias da marca. Segundo o diretor de vendas e marketings de vans da Mercedes-Benz do Brasil, Jefferson Ferrarez, esse volume deve ser vendido até o final deste ano.

Estetimente, o que mais diferencia da produção de série são a cor prata levemente puxado para o dourado, as rodas de liga leve pintadas em preto, grade frontal com detalhes cromados e o logotipo Golden Edition na tampa traseira. Em termos de equipamento, conta com assistente de partida em rampa e câmera de ré.

Preço

Essa série será produzida apenas na versão Sprinter 415 CDI com 15 lugares passageiros mais motorista, a mais vendida de toda a família do modelo.  

Outros importantes equipamentos para o segmento, de série com ar-condicionado, bancos reclináveis, computador de bordo, faróis de neblina com assistente direcional integrado, luzes de circulação diurna, freios a disco em todas as rodas e discos frontais autoventilados.

O preço divulgado é de R$ 191 mil. A versão convencional custa R$ 186 mil, mas segundo pesquisa da Fipe, o preço real praticado é de R$ 171 mil.

Pneus

Segundo a Continental Pneus, ela é a única fornecedora da toda a gama de Sprinter. O modelo é o Venco-8, produzido na fábrica de Camaçari, na Bahia.

 

Leia mais:

Entrevista com o diretor de vans da Mercedes-Benz, Jefferson Ferrarez

A nova geração da Sprinter já roda na Argentina

 

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).