A mais nova aposta da JAC no Brasil é o V260, um VUC (Veículo Urbano de Carga) que pode ser utilizado com carroceria carga seca ou baú. Ele chega para concorrer diretamente com os consolidados modelos sul-coreanos Hyundai HR e Kia Bongo. O preço público sugerido é de R$ 69.990. Confira nossa avaliação a bordo do chinês:

A promessa da marca chinesa é entregar o utilitário mais econômico dentre os concorrentes diretos. No V260, a marca oferece uma versão única, com todos os ‘mimos’ de série: ar-condicionado, airbags, freios ABS, vidros e travas elétricas (com travamento automático das portas à 15 km/h), direção hidráulica e som. Além disso, o JAC V260 é o primeiro caminhão do país com câmera frontal de série, registrando as viagens em áudio e vídeo, como naqueles vídeos do exterior que flagram todo tipo de ocorrência. Este tipo de câmera tem duas funções: registrar qualquer acidente e ser utilizado na defesa do dono do V260 e também como “dedo-duro” quando o veículo é entregue a um terceiro para dirigir.

Prós e contras

Empresários ou motoristas que optarem pelo VUC da JAC vão compor sua frota com um veículo para operações urbanas e com um nível de conforto adequado, com banco do condutor com alguns ajustes de posição, regulagem de volante e terceiro banco rebatível que se torna apoio de braço e porta-copos.

A bordo do veículo, fica evidente o bom ângulo de ataque do veículo, capaz de vencer facilmente valas e buracos. A suspensão também auxilia na tarefa ao não produzir batidas secas, apesar de contar com certos níveis de ruídos e ‘gingados’ um poucos excessivos ao transitar por obstáculos. Outros pontos positivos do modelo são: caixa de marchas manual de 6 velocidades, que entrega mudanças precisas, faróis com regulagem de altura, boa leitura das informações do painel de instrumentos e parte do acabamento do painel em Black Piano, que não apresentava rebarbas no veículo testado.

Em contraste com a caixa, o motor poderia render um pouco mais. A impressão é que falta certa pegada ao propulsor de 2.0 litros de 16V, 95 cv de potência e 26,5 mkgf de torque entre 1.800 rpm e 2.400 rpm. Abaixo de um farol, o motorista dificilmente conseguirá ver a fase do semáforo se não abaixar a cabeça é outro ponto negativo do modelo chinês. 

Especificações

  • Largura: 1.750 mm
  • Altura: 1.953 mm
  • Comprimento: 4.845 mm
  • Capacidade de carga: 1.510 kg
  • Entre-eixos: 2.470 mm
  • Peso em ordem de marcha: 1.690 kg
  • Tanque de combustível: 65 litros
  • Roda: 15″
  • Pneus: 195/70
  • Freios dianteiros: a disco
  • Freios traseiros: a tambor

Vale a pena?

Custando pouco menos de R$ 3 mil em relação aos concorrentes Hyundai HR (R$ 73.720) e Kia Bongo (R$ 73.990), o V260, que teve suas vendas iniciadas em 2017, entrega um bom nível de conforto, incluindo itens que fazem falta na concorrência, como o ar-condicionado inexistente no HR.

O desafio da JAC talvez seja o de convencer os interessados no caminhão de que possui um pós-vendas competitivo, com níveis adequados de peças no estoque e agilidade na reposição. Isso, só o tempo dirá! Mas em uma rápida pesquisa no site Reclame Aqui, encontramos a seguinte situação sobre os automóveis da JAC: 673 reclamações nos últimos 12 meses; 100% das reclamações foram respondidas; 46,8% dos clientes voltariam a fazer negócios com a JAC; 61,3% é o índice de solução dos problemas e 4,6 em 10 é a nota média dada para a JAC Motors.