Com preço de 90 mil euros (cerca de R$ 407 mil), o e.GO Mover começará ser produzido em série e vendido no próximo ano. Trata-se de um veículo totalmente elétrico e com nível 4 de automação (ainda com o posto do motorista) que pode ser configurado para transporte de cargas ou passageiros.

Ele será uma das atrações da ZF no próximo IAA Commercial Vehicle, que ocorrerá entre os dias 20 e 27 de setembro em Hannover, na Alemanha.

Para este veículo, a ZF entrou com sócia na empresa e.GO Moove GmbH e fornecedora de parte das tecnologias aplicadas ao modelo.

Inicialmente a produção será pequena, menos de 10 mil unidades por ano, mas expectativa é de que a produção alcance um milhão de unidades nos próximos cinco a sete anos.

Tecnologias ZF

O e.GO Mover tem foco apenas no transporte urbano de cargas e pessoas, por isso, a sua velocidade máxima é de 100 km/h a 120 km/h. As baterias garantem autonomia de 100 km.

A ZF fornece ao modelo sistemas de acionamento elétrico (direção e freio), o computador central que utiliza Inteligência Artificial ProAI e os sensores (câmeras e radares) que permitem as funções de condução autônoma.  Ele será o primeiro veículo urbano a ser produzido comercialmente com essas tecnologias da ZF.

Na aplicação de entregas de encomendas, por ter funções autônomas, o motorista não precisará estacionar o e.GO Mover para fazer as entregas. Ele poderá descer e o veículo irá estacionar sozinho ou seguir o funcionário da transportadora até a próxima entrega caso ele decida fazer isso andando. No transporte de passageiros, ele pode levar até 15 pessoas, sendo 10 sentadas e cinco em pé. 

A edição 176 da TRANSPORTE MUNDIAL, nas principais bancas de jornais e revistas ou na banca virtual do UOL, vai apresentar uma ampla reportagem sobre diversas outras tecnologias antecipadas pela ZF e que serão destaques na IAA.

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).