A vida moderna exige cada vez mais energia elétrica no interior das cabines dos caminhões. São equipamentos como celular, frigobar, multimídia, televisão etc. para serem alimentados por eletricidades. E, essa demanda acaba sendo um problema. Não mais para os motoristas dos caminhões Volvo FH e FM europeus. Isso porque a Volvo Trucks passa a oferecer um novo sistema de bateria que fornece energia para todas os equipamentos sem prejudicar os sistemas elétricos responsáveis pelo funcionamento do motor e transmissões.

O novo sistema consiste em dois conjuntos de baterias separados, um exclusivo para o motor e outro para os equipamentos internos na cabine.

Mais segurança e economia

 “Os motoristas podem desfrutar de mais conforto e conveniência interna, sabendo que eles têm energia suficiente para suas necessidades. Isso reduz o risco de descarregar a bateria responsável pela partida do motor”, garante Samuel Nerdal, gerente de produto da área de eletricidade e eletrônica da Volvo Trucks. Ao introduzir um novo conjunto de baterias, a Volvo manteve para a ignição o equipamento convencional, de ácido-chumbo, mas para todo o restante optou pela tecnologia de gel. Segundo a montadora, além da solução ser capaz de armazenar e preservar a energia por períodos mais longos, sua vida útil é de 10 a 15 vezes maior se comparada às baterias convencionais.

A solução apresentada pela Volvo também evita o desperdício de diesel, já que muitos motoristas acabam ligando o motor quando está parado somente para alimentar a bateria. O executivo lembra que, o motor ligado por uma hora em marcha lenta consome três litros de diesel.

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).