Um caminhão pequeno e simpático roubou a cena no estande da Volvo durante a 21ª edição da Fenatran, no São Paulo Expo. Trata-se do LV 1929, um pequeno notável que teve sua trajetória iniciada há quase 90 anos.

Em dezembro de 1926, a demanda crescente por caminhões fez com que a fabricante sueca investisse em um projeto de caminhão médio, chamado de Série 1. Ainda se utilizando de uma planta de produção mista, ou seja, carros e caminhões fabricados no mesmo local, a Volvo revelou seu primeiro caminhão Série 1 em 1928, em Gotemburgo, Suécia.

Conheça a trajetória mundial da fabricante

A intenção da Volvo era produzir 500 unidades do modelo, mas o caminhão rapidamente se tornou sucesso de vendas, o que fez a fabricante a produzir mais um lote de igual quantidade e iniciar o planejamento de um caminhão mais capaz, o Série 2.

O projeto Série 1 não era potente. Com apenas 28,3 cv de potência e limitado a 40 km/h ou 50 km/h, a sua carga útil era limitada a 1.500 kg. A caixa de três velocidades completava a parte de força do caminhão.

Os caminhões Volvo, com exceção da cabine que era fabricada pela empresa Åtvidaberg e colocada posteriormente, eram completamente projetados pela Volvo, incluindo motor e câmbio.

Nos anos seguintes, a Volvo foi aprimorando a capacidade de carga e potência de seus veículos, lançando, posteriormente, as Séries 3 e 4 de caminhões. No entanto, foi o LV 1929 que ficou guardado na memória e no coração dos apaixonados pela Volvo.