Um dos orgulhos da Usina São Martinho tem nome e sobrenome: VW 16.210. O modelo foi comprado 0km da fabricante, em 1986, e após 31 anos de casa alcançou a marca de mais de 1,5 milhão de quilômetros rodados.

 
O caminhão é o mais antigo da frota da empresa e tem como rota as cidades do interior paulista, como Pradópolis, Ribeirão Preto, Piracicaba e São Paulo (SP), e faz a média mensal de 4 mil quilômetros.

O assessor de tecnologia agrícola da empresa, Antonio Carlos Pelizari Pinto, afirma que, apesar de ser ultrapassado, mantém o VW 16.210 na frota pela boa disponibilidade mecânica e custo de manutenção baixo, e que óleos e lubrificantes, baterias e pneus são rotineiramente checados.

O veterano da Volvo

Vale lembrar que em 2014, um Volvo NH12 da transportadora Dalçóquio, de Itajaí (SC), alcançou 2 milhões de km rodados, o que equivale a 160 voltas completas ao redor do planeta terra. 

Prêmio Transporte Responsável

Os embarcadores valorizam cada vez mais as transportadoras que buscam reduzir ao máximo o impacto ambiental e a zerar o número de acidentes envolvendo os veículos de suas frotas. Por isso, é muito importante compartilhar resultados e incentivar o conhecimento sobre o tema. Foi com esta premissa que o Prêmio Transporte Responsável chega agora à 7ª edição para continuar difundindo o trabalho de responsabilidade social e sustentabilidade das transportadoras. As empresas do segmento, em crescente profissionalização, podem participar das categorias Ranking de Transportadoras de Cargas em Geral, Ranking de Transportadoras de Cargas Perigosas e Concurso de Cases Transporte e Valorização do Motorista. Os embarcadores também podem participar do Concurso de cases. 
É fácil, gratuito e todos os frotistas brasileiros podem participar. Leia o regulamento no site http://intranet.fabet.com.br/premio/ e faça a inscrição de sua empresa.