Baseado no semipesado Constellation 24.280, o novo caminhão da MAN Latin America, o VW Constellation 30.330, ganhou configuração 8×2 produzida de fábrica, diferentemente do 24.280 que também possui versão 8×2 só que via BMB Mode Center, responsável por modificações mais específicas nos caminhões e ônibus da marca.

No BMB são feitas as transformações nos veículos que não podem ser realizadas na linha de produção, devido ao sistema de montagem contínua ou com baixo volume.
Contudo, como explica Andria Cristina Giusti, engenheira de marketing do produto da MAN Latin America, existe uma forte demanda por veículos de maiores cavalagens, até pelas atuais exigências do setor, como a lei do descanso que resulta no menor tempo de operação, logo, no aumento no custo por tonelada transportada. E para compensar todo o drama, a solução é aumentar a carga transportada por viagem e a potência dos motores dos veículos.

A empresa decidiu produzir o 30.330 de fábrica porque acredita que haverá mais procura por esse modelo em relação à versão 8×2 do 24.280 – que continua a ser oferecido via BMB.

O veículo possui propulsor de maior capacidade volumétrica em relação ao seu principal competidor da estrela e também a maior potência chegando a ser 15% superior em relação à concorrência.

Esse motor, fabricado pela Cummins, conta com cilindrada de 8,9 litros, potência de 334 cv a 2 100 rpm e torque de 147,9 mkgf de 1 000 a 1 500 rpm – neste quesito, ele só perde para o Scania P 310 8×2.

Destaque também para a transmissão de série no modelo, a ZF automatizada de 12 velocidades, que nos produtos MAN é denominada V-Tronic. O sistema HSA, o easy start (controle de saída em rampa) está presente no veículo.

No quesito segurança, o veículo possui sistema de freio a tambor com ABS por força da lei, e ainda EBD que controla e gerencia a distribuição da pressão de frenagem entre os eixos dianteiro e traseiro, e o ATC que controla a velocidade das rodas e o torque do motor.

Confira o teste completo do VW Constellation 30.330 na edição 158 da revista TRANSPORTE MUNDIAL.

Compartilhar
Andrea Ramos
Jornalista especializada em veículos comerciais, apaixonada por caminhões e punk rock, e mãe do B e do Ben.