Iveco projeta aumentar em 35% a produção de caminhões e ônibus

325

Iveco pretende aumentar em 35% a produção de caminhões e ônibus, veículos de defesa e motores este ano. Para isso, o complexo industrial da companhia em Sete Lagoas/MG, voltou a operar em dois turnos na produção de caminhões médios, pesados e chassis de ônibus.

O aumento de produção da Iveco se deve também à venda de 7.100 mil ônibus para o programa Caminho Escola, do Fundo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

S-Way movido a gás é um dos produtos anunciados pela Iveco e previsto para esse ano

“Iniciamos as atividades em Sete Lagoas em um ano que promete ser de crescimento nos segmentos em que a Iveco e a Iveco Bus atuam”, disse Marcio Querichelli, presidente da IVECO para a América Latina.

“Nossa expectativa é que as vendas no mercado interno cresçam cerca de 14% para veículos Pesados, que inclui Caminhões e Ônibus”, complementou o executivo.

Veículos movidos a gás e elétricos

A estratégia da Iveco conta também com o início das vendas de veículos movidos a gás natural, biometano e eletricidade (S-Way NG e a eDaily). Em paralelo, a empresa irá ampliar a disponibilidade do sistema de conectividade da marca, o Iveco On.

A montadora conta atualmente com 1.100 caminhões S-Way conectados e adianta que em breve o sistema estará disponível na linha Daily.

Outras ações  para 2024 dizem respeito à inauguração de centros de atendimento especializados Daily Center e espaço dedicados ao atendimento de veículos elétricos.

Novos robôs de produção

Outras ações da Iveco com foco no aumento de produção e inovação é a instalação dos novos robôs de pintura, além de uma máquina de corte automático de tubulações. Os movimentos da empresa incluem também modificações no layout das linhas de montagem de veículos de carga e de passageiros.

Complexo industrial da Iveco em Sete Lagoas/MG começou a operar com segundo turno e novos robôs na linha de produção

Divisão de veículos blindados

A Iveco informa que a divisão de veículos blindados (IDV) tem previsão de iniciar em breve a produção do LMV-BR 2 4×4, também para o Exército Brasileiro. Já o  Centauro 8×8 encontra-se em fase de avaliação e testes com militares brasileiros. Esse blindado está previsto para produção da plataforma veicular no complexo indústria de Sete Lagoas.

O presidente da IDV para a América Latina, Humberto Spinetti, disse que a produção dessas viaturas blindadas, somada ao desenvolvimento das novas versões do Guarani 6×6,  previstas para iniciar neste ano, reforçam a importância da marca para a Base Industrial de Defesa nacional e consolida a planta da IDV como a principal do segmento de defesa na América Latina”.