Mercedes inicia 2024 com lançamentos nas linhas semipesada e extrapesada

683

Os novos Mercedes-Benz semipesados e extrapesados Atego, Arocs e Actros trazem atualização de cabines, novidades no trem de força e aprimoramentos para operações fora de estrada, uso misto e aplicações vocacionais.

Atego 1733 para bombeiros recebeu grade frontal que aproxima seu visual ao da linha extrapesada Arocs

O Atego é caminhão que recebeu maior volume de novidades. A mais perceptível delas está no novo visual cabine do modelo urbano/rodoviário, que ganhou uma aparência bem próxima do Actros com a grade frontal do modelo extrapesado e também do Arocs.

Outras mudanças na versão urbana/rodoviária estão no defletor  com melhoria aerodinâmica, novo spoiler frontal e para-choque com acabamento em termoplástico, solução que proporciona um desenho mais limpo da cabine e mais robustez na fixação. 

Na parte de iluminação, os faróis modulares permitem substituição individual dos módulos. São os mesmos já aplicados à linha Accelo, favorecendo a intercambialidade de peças. A Mercedes-Benz adotou essa solução também para a versão off road. A linha Atego oferece também opção de  suspensão pneumática, teto alto e teto baixo.

Atego off road com aparência mais robusta do Arocs

Para as aplicações fora de estrada, como cana, madeira principalmente, a engenharia adotou o visual alinhado com a linha extrapesada Arocs. A aparência mais robusta inclui para-choque com estrutura metálica tubular.

Visual mais robusto do Atego off road está disponível também para modelos rodoviários que rodam em circuitos mistos

O vice-presidente de Vendas, Marketing e Peças & Serviços Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil, Jefferson Ferrarez, destaca que por meio do pacote robustez, o design robusto da versão off-road estará disponível como opcional para os modelos urbanos, rodoviários e vocacionais.

Jefferson Ferrarez: pacote robustez da versão off road está disponível como opção para toda a linha Atego

“A principal vantagem destes itens está no aumento do ângulo de entrada do veículo (até 5 graus), que facilita a operação em ruas e estradas com buracos, lombadas e terra, oferecendo menos riscos de quebras e aumentando a disponibilidade do caminhão”, complementou.

Atego Vocacional para duas aplicações

As novidades do Atego vocacional estão no trem de força, sendo a principal delas a transmissão automática Allison de S3000 P de 6 velocidades. O eixo traseiro é o Meritor 25.168 de uma velocidade e bloqueio de diferencial. Os modelos vocacionais trazem a evolução introduzida na linha Euro 6, como os sistemas de freios ABS, ASR, ESP e ESS.

O Atego para bombeiros, identificado como 1733, para 17,1 toneladas de PBT, é equipado com o motor OM 926 LA de 6 cilindros, 7,2 litros, 321 cv de potência e 1.250 Nm de torque. A tomada de força é Mercedes-Benz NA 280 C/1,3 para bomba acoplada (opcional), com torque máximo de 600 Nm.

Por meio do Centro de Customização na fábrica, a Mercedes-Benz oferece aos clientes a opção para a implementação da tomada de força no cardan e na caixa de transferência.

Outros itens disponíveis para o Atego 1733 bombeiro são o novo banco para três acompanhantes, para-choque dianteiro off road ou urbano e caixa de baterias com tampa.

Atego compactador de lixo

O Atego na versão compactador de lixo da linha 2024 recebe a identificação 1729 e seu PBT é também de 17,1 toneladas.  A Mercedes-Benz informa que o Peso Bruto Total pode chegar a 24,1 toneladas com a instalação do terceiro eixo, neste caso executada por implementadores.

Atego 1729 compactador de lixo é disponibilizado com entre eixos de 3.850mm (15 m³) e 4.800mm (19 m³)

Essa versão oferece duas opções de entre eixos: 3.850 mm (para compactadores de até 15 m³) ou 4.800 mm (compactadores de até 19 m³). O motor é o mesmo do Atego  bombeiro, porém com potência de 286cv e torque de 1.100 Nm.

A tomada de força na traseira do motor é original Mercedes-Benz, com torque de 600 Nm, e sai de fábrica pronta para implementação, adequando-se à aplicação do veículo.

O portifólio completo da linha Atego 2024 passa contar com 10 versões: 1419, 1719, 1726 / 1733 (Plataforma), 2429 6×2, 2433 6×2, 3033 8×2, 2730 6×4, 3330 8×4, 1729 compactador de lixo e 1733 bombeiro

Cavalo mecânico 6×4 fortalece linha Arocs off road

Equipado com motor OM 471 LA de 530 cavalos, o novo Arocs 3353 6×4 está homologado para tracionar composições de até 91 toneladas de PBTC e CMT de 150 toneladas. O freio motor desta nova versão entrega 580cv.

Novo Arocs 6×4 com motor de 530cv para operações na cana e madeira

Outras novidades na linha Arocs para os segmentos de cana e madeira são a cabine leito e a opção de air bag para a versão 3351 6×4. Desde o ano passado, os caminhões Arocs 6×4 disponibilizam versões plataforma, basculante e cavalo mecânico.

Mercedes-Benz inicia vendas do Actros 2553 6×2

O modelo extrapesado mais potente da Mercedes-Benz chegou para atender também ao transporte com semirreboques de 4 eixos e PBTC de até 58,5 toneladas. O motor é o OM 471 LA de 530cv de potência a 1.600 ropm e torque de 2.600 Nm a 1.100 rpm. O freio-motor atinge 580cv de potência de frenagem e, segundo a Mercedes, com menores índices de ruído e vibração.

Actros 2553 6×2 para tracionar semirreboques de 4 eixos e 58,5 toneladas de PBTC

O modelo traz novidades da linha Actros 2024, como para-lama tripartido, agora disponível para toda a série; tacógrafo 2.0 com dados básicos abertos, geladeira de série para todas as configurações com cabina Top Space, 5ª roda reforçada e pneus Michelin de série para os Actros 2653 6×4 e 2553 6×2.