Grupo SHC, da JAC Motors, lança a Ankai no Brasil, marca de ônibus elétrico

236

A Ankai, tradicional fabricante de ônibus chinesa, estreia com quatro novos ônibus elétricos de 6, 8, 10 e 12 metros. A marca está sendo introduzida por meio do Grupo SHC, do empresário Sérgio Habib, dono da JAC Motors, que também representa a JAC Motors no País.

LEIA TAMBÉM: Hitech Electric inaugura sua primeira concessionária no Brasil

Os veículos, que estão em fase final de homologação no País, em breve começarão a ser testados por empresas no País. E como novidade, chegam com chassi monobloco, assim como sistemas de segurança ADAS, inédito em ônibus urbanos. O que inclui sensor de colisão frontal, sensor de faixa e indicador de limite de velocidade.

Além disso, os ônibus, monobloco, chegam a ser 2 t mais leves em relação aos concorrentes brasileiros. O que pode trazer vantagens operacionais. Como veículos mais disponíveis, graças ao menor desgaste de componentes.

Motor e autonomia

Grupo SHC, da JAC Motors, lança a Ankai no Brasil, marca de ônibus elétrico
Modelo Padron de 12 metros atende os padrões da SPTrans

O motor a bateria localizado no eixo, dispensa o uso de transmissão. E a potência e torque variam conforme a versão. Ou seja, de 258 cv a 330 cv, com torque de 194 mkgf a 340 mkgf. Combinado a pacotes de bateria que garante aos ônibus autonomia de 250 a 350 km.

Nesse primeiro ano, a empresa vai trazer 150 ônibus Ankai para o País. Nesse sentido, estima-se que 35% das vendas sejam da versão Padron, de 12 metros. Todavia, para os executivos do Grupo SHC, o grande volume de vendas deverá ser dos modelos de 8 e 10 metros. Ou seja, os primeiros mini e midi com motores elétricos do País. Ambos atendem operações nas linhas alimentadoras.

Seja como for, a versão Padron custa R$ 2,4 milhões. Conforme a marca, preço competitivo frente aos concorrentes presentes no Brasil, que custam cerca de R$ 3 milhões.