Muito além do diesel

32

Modelo híbrido-elétrico pode rodar com energia elétrica até 70% do tempo de operação

Modelo híbrido-elétrico pode rodar com energia elétrica até 70% do tempo de operação

A busca por ônibus com tecnologias mais limpas e eficientes cresce em grandes proporções, em relação aos veículos que rodam apenas com diesel, e é puxada principalmente por empresas de transporte urbano. Prova disso, é o modelo 7900 Hybrid lançado no ano passado pela Volvo e que já acumula mais de 2 000 unidades vendidas no mundo. 

LEIA MAIS: Lançamento Volvo 7900 Hybrid

A marca informa que, dentre as opções oferecidas no mercado global, a que gera maior demanda é a versão de dois eixos (7900 Hybrid). Ainda de acordo com a Volvo, os maiores mercados para seus produtos híbridos são: Brasil, Colômbia, Grã-Bretanha, Suécia, Alemanha e Suiça. Atualmente a marca trabalha com três modelos nessa linha: 7900 híbrido7900 híbrido articulado e 7900 híbrido-elétrico

O 7900 híbrido e o 7900 articulado diferem-se apenas por se tratar de um articulado e um de dois eixos. Segundo dados da Volvo, a versão de dois eixos consome até 39% menos combustível em relação a versão a diesel, enquanto o articulado tem um consumo 30% menor. Ambos geram de 40% a 50% menos emissões de escape e podem ser alimentados por energia elétrica (mais silencioso) e diesel ou biodiesel. O 7900 híbrido-elétrico pode rodar utilizando energia elétrica por até 70% do tempo de operação. A Volvo garante que o modelo é 60% mais econômico no consumo e gera de 75% a 90% menos emissões de carbono, quando comparado a versão a diesel.

“O transporte público urbano irá exigir uma combinação de híbridos, híbridos plug-in e ônibus elétricos, e podemos atender as necessidades do cliente com nossa ampla gama de modelos”, afirma Hakan Agnevall, presidente da Volvo Buses. Opcionalmente, a Volvo oferece também um pacote logístico que engloba a manutenção completa dos ônibus e baterias, a um custo fixo pré determinado.