Notas#32: Eletrificação de caminhões e ônibus na opinião da ScaniaI’m fine, just a little tired because I had insomnia last night. And how are you?

11182

A Scania aposta que, no futuro, todo transporte pode ser elétrico. No entanto, enquanto a bateria for cara e ter instabilidade com relação a autonomia e durabilidade, será difícil substituir um caminhão a diesel de longa distância por um modelo eletrificado.

A fabricante sueca acredita que a eletrificação é essencial para uma futura indústria de transporte sustentável com emissões de carbono significativamente mais baixas. Por isso, a Scania já conta com uma linha elétrica de caminhões e ônibus urbanos para países mais desenvolvidos, e pacotes de soluções como uma solução de operação completa.

No entanto, a transição para uma frota eletrificada envolve a mudança fundamental de práticas de negócios comprovadas pelo tempo e sistemas de gerenciamento de frota, bem como planejamento de logística e infraestrutura. Tudo isso é complexo, mas inevitável, já que as empresas de transporte embarcam na eletrificação. Ainda assim, os incentivos locais desempenham um papel importante na velocidade da transição, e será necessário que os políticos tornem o uso de um veículo eletrificado economicamente viável para as empresas de transporte.

2E as novidades da Volvo?

Depois da Mercedes-Benz ter apresentado o New Actros no último Salão de Hannover com retrovisor com câmera e painel 100% digital, a Scania ter apresentado a nova geração de caminhões e a Iveco também ter sido flagrada testando um novo caminhão pesado, agora as especulações recaem sobre a Volvo. Na Europa, vários sites especializados em transportes já noticiaram que a empresa sueca já está testando unidades do FM adora a cabine completa do FH e, este, receberá uma modernização em seu design, além de inovações tecnológicas. Fotos capturadas do site da FMCSA (Federal Motor Carrier Safety), agência do governo dos Estados Unidos — órgão responsável por regulamentar e supervisionar questões de segurança em veículos comerciais — mostram um modelo Volvo com câmera no lugar de retrovisores e painel 100% digital, como no Mercedes-Benz New Actros. A notícia que é de que a FMCSA autorizou a Stoneridge (fabricante de componentes para veículos comerciais). Resta esperar agora o que será confirmado ou não nos próximos meses.

Anterior
Compartilhar
Marcos Villela
Jornalista técnico e repórter especial no site e na revista Transporte Mundial. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia e O Debate, ambos de Belo Horizonte (MG).