Pronto para a guerra

47

190 unidades já foram recebidas no programa

190 unidades já foram recebidas no programa

O Guarani, blindado da fabricante Iveco, desenvolvido a partir dos requisitos técnicos do Exército Brasileiro, continua a equipar as unidades da instituição pelo país. Segundo informações da assessoria da empresa, já são 190 unidades entregues, dentre as que estão operacionais e as que ainda passam por testes de aceitação.

O Guarani é um blindado com tração 6×6, e possui capacidade para transportar de nove a 11 soldados totalmente equipados. O veículo possui as dimensões de 6,91 m de comprimento, 2,7 m de largura, 2,34 m de altura, e PBT de 18.000 kg.

O motor que equipa o blindado é o FPT Cursor 9, que entrega 383 cv de potência e 152 mkgf de torque. Em provas no Exército o Guarani alcançou os 100 km/h. Com capacidade anfíbia para cruzar rios, lagos e mares, o blindado atinge 9 km/h na água. A caixa que equipa o modelo é a ZF automática de seus velocidades. Todas as rodas do veículo recebem freio a disco.   

GUERREIRO MINEIRO

O blindado é produzido na nova planta industrial da Iveco em Sete Lagoas (MG), que possui capacidade produtiva anual de 120 a 200 unidades. Recentemente a marca conquistou a primeira exportação do modelo, quando dez unidades do Guarani foram requisitadas pelo Líbano.   

No Brasil, o blindado tem sido empregado nas missões de pacificação de comunidades cariocas. Existe a expectativa de que o Guarani embarque para cumprir missões também no Haiti. A primeira unidade de série para o Exército Brasileiro foi recebida em março de 2014. Até agora, o programa esteve incluso no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que na teoria impede cortes. A previsão é que 2 044 unidades do blindado sejam entregues à instituição, em um programa com duração de 20 anos.