T Tanker: especialista em cargas perigosas

75

O transporte de produtos perigosos está sujeito a requisitos específicos. E pensando em atender às necessidades dos clientes, a Renault Trucks desenvolveu um caminhão dedicado ao transporte com tanque, atendendo frotistas que atuam tanto em operações com produtos perigosos, como perecíveis ou químicos.


Denominado Renault T Tunker, o modelo está configurado para atender as principais demandas dessa atividade que precisa de boa capacidade de carga útil e mais segurança. O modelo foi desenvolvido levando-se em conta a redução de peso, tanto que para minimizar sua tara o modelo foi equipado com rodas de alumínio, assim como os reservatórios que são produzidos com o mesmo material, incluindo o tanque de combustível.

O peso da quinta-roda também foi reduzido. Além disso, a engenharia da grife francesa eliminou alguns elementos não essenciais ao veículo ou à operação, como por exemplo, as extensões das portas. No total, o modelo, com cabine leito, teve uma redução de tara superior em mais de 270 kg, se comparado a uma versão padrão da gama T standard. Graças esse alongamento da cabine, foi possível criar um espaço do lado direito para transportar os equipamentos necessários à atividade.

No que se refere à segurança do condutor e das mercadorias, o T Tanker é equipado de fábrica com o novo sistema de controlo da pressão dos pneus (pneu Pressure Monitoring System). Esse sistema permite ao condutor controlar, a partir do painel de instrumentos, o nível de pressão dos pneus. O sistema também ajuda a otimizar o consumo de combustível e vida útil dos pneus. O T Tanker Renault Trucks também é equipado de fábrica com pacote Protect, que combina o controlador de velocidade ACC (Adaptive Cruise Control), luzes de curva, farol automático, faróis de xénon e sistema de limpeza dos faróis.

O caminhão recebeu a aprovação ADR (norma europeia relativa a veículos que atuam no transporte de produtos perigosos), sendo um veículo adequado no transporte de todos os tipos de materiais perigosos que exige que caminhões dessa natureza incorporem um para-choque protetor na linha de escaper, uma bateria no sistema de desligamento e até mesmo uma lâmpada amarela portátil no interior da cabine.