Mercedes Vito quer ser referência em segurança

200

De olho nos segmentos de transporte executivo e de cargas, a Mercedes-Benz lançou, em outubro, o Vito no Brasil. Disponível nas versões Furgão e Tourer (passageiros), o modelo trouxe consigo uma série de tecnologias de segurança visando, principalmente, se tornar a opção de transporte mais segura do país. À convite da fabricante, a TRANSPORTE MUNDIAL testou duas versões do Vito.
 

  • Vito Furgão – R$ 104.990
  • Vito Furgão com ar condicionado – R$ 109.990
  • Vito Tourer Comfort – R$ 129.990
  • Vito Tourer Luxo – R$ 139.990

Todas as versões do modelo recebem de série os sistemas: Attention Assist (Detector de Fadiga), Hill Stat Assist (Partida em Rampa) e Crosswind Assist (Vento Lateral). Além disso, as versões são equipadas com a mais recente atualização do Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP Adaptativo 9.1i), que agrega ABS (Sistema Antibloqueio de Freios), ASR (Sistema de Controle de Tração), BAS (Servofreio de emergência) e EBV (Distribuição Eletrônica de Frenagem) — alguns sistemas já equipam a Sprinter, da marca.

Não menos importante que os sistemas de segurança ativa (visam evitar o acidente), os sistemas de segurança passiva (visam diminuir o estrago) também foram pensados para, em caso de acidente, resultar no menor dano o possível a passageiros e condutor.

Na versão Tourer, todos os bancos recebem cinto de três pontas; quatro assentos com Isofix permitem transportar crianças com segurança, além de Airbag para motorista e passageiros. Em ambas as versões, o Vito conta com zonas de deformação controlada em sua estrutura, que se traduzem em mais proteção aos passageiros.

 
Como num carro, o Vito oferece boas condições de conforto e desempenho nas estradas. As empresas que optarem pelo modelo estarão adquirindo, acima de tudo, uma máquina segura. O teste completo do modelo, bem como fotos exclusivas, fichas técnicas e tudo mais, você confere na edição 150 da revista TRANSPORTE MUNDIAL