Ônibus Volvo elétrico inicia testes para operar em Curitiba

282

O primeiro ônibus urbano Volvo 100% elétrico já está nas ruas de Curitiba/PR. O veículo vai operar em regime de demonstração pelo período mínimo 30 dias em operação real.https://www.volvogroup.com/br/news-and-media/news/2022/aug/volvo-apresenta-no-brasil-o-bzl-o-chassi-global-de-onibus-urbano-100-eletrico-da-marca.html

Trata-se do chassi elétrico BZL, com 12,6 metros de comprimento e capacidade para 26 passageiros sentados e até 64 em pé. A capital paranaense é a primeira na América Latina a ter ônibus Volvo 100% elétrico em suas ruas.

Ônibus 100% elétrico da Volvo foi preparado para atender às demandas do transporte público de Curitiba.

A operação do ônibus urbano elétrico Volvo BZL integra um cronograma de testes do transporte coletivo de Curitiba. O projeto inclui a aquisição de 70 ônibus elétricos para a cidade.

O edital de compra de ônibus elétricos está dentro do novo contrato de concessão do transporte coletivo da capital paranaense a partir de 2025.  Contudo, de acordo com o cronograma da prefeitura local, os veículos entrarão em operação definitiva em junho de 2024. 

Juntamente com ônibus Volvo BZL, outros cinco fabricantes do setor estão inscritos no programa de testes em Curitiba. São eles a BYD, Eletra, Marcopolo, Mercedes-Benz e Higer. Nessa primeira compra de 70 unidades serão investidos R$ 200 milhões.

Veículo da Volvo conta com sistema de segurança para evitar acidentes

O chassi urbano Volvo BZL foi construído conforme as exigências da empresa de Urbanização de Curitiba (URBS). Nesse sentido, o veículo em teste conta com sistema de ar-condicionado e está preparado para a ativação do serviço de Controle Automático de Velocidade.

Antes de tudo, essa tecnologia de segurança utiliza a conectividade GPS do veículo. O sistema identifica com exatidão a área de circulação e reduz automaticamente a velocidade do veículo em locais considerados críticos.

André Maques, presidente da Volvo Buses na America Latina: o chassi BZL 100% elétrico representa mais um passo da jornada da Volvo para a descarbonização

“Esse serviço é um importante auxílio para reduzir riscos na circulação próximo a escolas, dentro de terminais ou qualquer outro local com grande fluxo de pedestres”, explica André Marques, presidente da Volvo Buses na América Latina.

O Controle Automático de Velocidade tem a função principal de evitar acidentes. Segundo a Volvo, o sistema reduziu em 50% o número de ocorrências dos ônibus  da marca. Esse percentual foi registrado em 2018, no primeiro ano de ativação nos veículos biarticulados em Curitiba.

A Volvo está preparando novas versões de ônibus elétrico para breve

André Marques adiantou que a montadora está preparando novas versões de ônibus elétricos.  De acordo com o executivo será para breve. Entre as novidades estão chassis articulados e também um modelo de 9,6m para a cidade Bogotá (Colômbia).

Entretanto, o executivo destacou a parceria da Volvo com a capital paranaense. Ele lembrou da participação da marca no desenvolvimento do sistema BRT na cidade com os ônibus articulados e biarticulados da marca.

Ainda de acordo com André Marques, agora o chassi BZL 100% elétrico representa mais um passo da jornada da Volvo para a descarbonização.

“Temos uma visão zero emissões, zero ruído, zero acidentes e zero congestionamentos. Estamos totalmente comprometidos com a sustentabilidade no transporte de passageiros”, declarou.

Para o diretor de eletromobilidade em ônibus da Volvo, Alexandre Selski, os ônibus elétricos da Volvo irão repetir na América do Sul a mesma performance positiva obtida na Europa e outros continentes.

Selski ainda disse que outras demonstrações de chassis elétricos da marcas estão agendadas para as cidades de São Paulo, Bogotá (Colômbia) e Santiago (Chile).

Por fim, os testes da URBS irão avaliar postos-chave do veículo, tais como consumo de energia, autonomia, nível de ruído e o desempenho do veículo na topografia da cidade. O cronograma de testes da prefeitura seguirá até outubro.

Modelo de piso baixo é equipado com baterias de íon lítio de 94kWh e motor elétrico com potência de 227cv

O ônibus urbano Volvo BZL 100% elétrico é um chassi 4×2 para operações urbanas e metropolitanas. A carroceria  é a Marcopolo Attivi, piso baixo e com duas portas do lado direito. O veículo tem 12,58m de comprimento, 2,55m de largura externa e 3,64m de altura.

O motor elétrico, por sua vez, entrega 227cv de potência e torque de 425Nm. A bateria é de íon lítio de 94kWh e o tempo para recarga é de duas a quatro horas. O veículo em testes está equipado com quatro unidades para garantir autonomia entre 250 e 300 quilômetros.

A transmissão é Volvo EPT 402 automatizada de duas velocidades e a direção tem sistema de assistência hidráulica. Os freios são  pneumáticos ABS/EBS com sistema regenerativo. Por fim, a suspensão é pneumática com controle eletrônico e função de ajoelhamento lateral.

Durante o período de demonstração, o ônibus irá operar durante todo o dia. As baterias serão recarregadas à noite na garagem da operadora, a Viação Sorriso.