Comparativo furgões compactos: Renault Kangoo x Fiat Fiorino

528

Como já foi noticiado aqui na Transporte Mundial, a Renault lançou o furgão compacto Kangoo 1.6 Sce Flex para ampliar as opções de furgões, que já conta com os modelos Master e Kangoo E-Tech, este, 100% elétrico. O lançamento do Kangoo flex é mais do ampliar a oferta de furgões, é buscar uma fatia de mercado considerável que, praticamente, é atendida pela Stellantis com Fiat Fiorino.

Fiat Fiorino
Ano pasasado, o Fiat Fiorino atingiu participação no segmento acima de 91%, segundo dados da Fenabrave

Em 2023, conforme dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos), o mercado de furgões compactos representou um negócio de 21.863 unidades. E, praticamente, sem concorrentes, o Fiat Fiorino tinha o monopólio deste segmento, com 91,7% de participação (21.713 furgões); seguido do irmão gêmeo idêntico Peugeot Partner (1.713 unidades); do Renault Kangoo E-Tech, lançado em outubro do ano passado (148 furgões elétricos) e do BYD T3 (48 furgões elétricos).

Novo Renault Kangoo
Renault Kangoo aposta na versão completa para aumentar a participação da marca no segmento de furgões compactos

A Renault quer, pelo menos, cerca de um terço dos clientes deste segmento. Isso, porque ela colocará 500 unidades do novo Kangoo Flex à venda por mês. A partir disso, o cliente que tinha uma só opção, tem duas, considerando que o Peugeot Partner é uma réplica do Fiorino com a marca francesa. Para auxiliar os futuros compradores de furgão compacto, a Transporte Mundial mostra, neste artigo, as principais diferenças técnicas entre os dois modelos. Confira:

As versões e preço

O Renault Kangoo chegou em versão única e mais completa, a Advanced, por R$ 120.800, com a lista de itens mais relevantes no quadro abaixo. A Fiat também mudou para a oferta de versão única e mais completa do Fiorino Endurance 1.4, com o preço de R$ 118.990. O maior diferencial a favor do Renault Kangoo é o sistema multimídia com tela sensível ao toque de 7”, equipamento indisponível para o modelo fabricado em Betim. O Kangoo está disponível em duas cores (branca e prata metálica), e o Fiorino apenas na cor branca. 

Itens de série e opcionais

Renault Kangoo 1.6 Sce Flex

Fiat Fiorino Endurance 1.4 Flex

De série

Ar-condicionado, vidros, retrovisores e travas elétricos, Media Nav com tela touchscreen de 7”, Android Auto e Apple CarPlay, sensor de estacionamento traseiro, faróis de rodagem diurna halógenos (DRL) e protetor lateral de porta

Ar-condicionado, Faróis de neblina, protetor lateral de porta, predisposição para rádio, travas e vidros elétricos

 

Os motores

A diferença entre os dois modelos é significativa, sendo um mais potente, e o outro mais econômico. O Renault Kangoo vem com o mesmo motor da picape e SUV Oroch, um 1.6 flex de 115 cv, quando abastecido com etanol. O Fiat é equipado com o motor 1.4 EVO de 86 cv com etanol. Confira os demais dados técnicos:

Principais dados do motor

Renault Kangoo 1.6 Sce Flex

Fiat Fiorino Endurance 1.4 Flex

Fabricante / modelo

Fiat

Horse Power Limited

N.º de cilindros / Cilindrada (cm³)

4 / 1.368

4 / 1.598

Potência líq. máx. — cv @ rpm

86 @ 6.000 (etanol)

84 @ 6.000 (gasolina)

115 @ 4.000 (etanol)

111 @ 4.000 (gasolina)

Torque líq. máx. — Nm @ rpm

120 @ 4.000 (etanol)

116 @ 4.000 (gasolina)

154 @ 4.000

Número de válvulas por cilindro

2

4

Transmissão

Manual de 5 velocidades

Manual de 5 velocidades

Consumo (km/l)

Cidade: 8,1 (etano) e 11,7 (gasolina)

Estrada: 8,4 (etanol) e 12,4 (gasolina)

Cidade: 7,5 (etano) e 11,3 (gasolina)

Estrada: 8,0 (etanol) e 11,8 (gasolina)

Tanque de combustível (l)

55

47

 

 

Suspensão e pneus

 

Renault Kangoo 1.6 Sce Flex

Fiat Fiorino Endurance 1.4 Flex

Suspensão dianteira

MacPherson com molas helicoidais, amortecedores hidráulicos pressurizados com gás N2 e com freio hidráulico, e barra estabilizadora

MacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais com barra estabilizadora

Amortecedores: Hidráulicos, telescópicos de duplo efeito

Elemento elástico: Mola helicoidal

Suspensão traseira

Eixo de torção com molas helicoidais progressivas, amortecedores hidráulicos tubulares telescópicos pressurizados com gás N2

Eixo rígido tipo ômega Amortecedores: Hidráulicos, telescópicos de duplo efeito

Elemento elástico: Mola parabólica longitudinal

Pneus

185/65R15

175/70R14

 

Sistemas de freio e segurança

Ambos os modelos, que tradicionalmente tinham apenas os itens de segurança obrigatório por lei, trazem agora alguns sistemas a mais de segurança, além dos obrigatórios airbag duplo, ABS e controle de estabilidade. Neste quesito, o Renault Kangoo é mais completo.

Segurança

Renault Kangoo 1.6 Sce Flex

Fiat Fiorino Endurance 1.4 Flex

Freio de serviço

Dianteiro: Discos ventilados de 280 mm de diâmetro

Traseiro: Tambor de 229,5 mm de diâmetro

Dianteiro: Disco ventilado (diâmetro de 257 mm) com pinça flutuante

Traseiro: Tambor (diâmetro de 228 mm) com regulagem automático

Sistemas auxiliares de segurança de série

EBD (distribuição eletrônica de frenagem), AFU (assistente de frenagem de urgência), sensor de estacionamento traseiro, HSA (assistente de partida em rampa), ESP (controle eletrônico de estabilidade), DLR (luz diurna) e TCS (controle eletrônico de tração).

Hill Hold (assistente de partida), DLR (luz diurna), repetidores de seta no retrovisor,

 

Compartimento de carga

O Renault Kangoo traz duas qualidades a mais do que o Fiat Fiorino quando o assunto é o compartimento de cargas. A principal é a porta lateral deslizante, o que facilitada muito a movimentação da carga, principalmente, da descarga, que pode ser realizada com a pessoa na calçada. Isso aumenta a segurança e otimiza o trabalho. A outra vantagem é a capacidade de 100 kg a mais em termos de peso.

Capacidades

Renault Kangoo 1.6 Sce Flex

Fiat Fiorino Endurance 1.4 Flex

Em espaço (m3)

3,3

3,3

Em peso (kg)

750

650

 

Conclusão do comparativo

Pelas características técnicas, fica claro que o Renault Kangoo 1.6 Sce Flex entrega mais capacidade para transportador peso, mais equipamentos na cabine, mais potência, mais itens de segurança e cobra mais por isso.

Pelo preço de tabela, a diferença não chega a R$ 1.800. No entanto, no próprio site da Fiat, o Fiorino já estava em promoção em junho de 2024, quando este artigo foi escrito. O furgão da Fiat está por R$ 105.000 em vez dos R$ 118.990 de tabela, elevando a diferença entre os dois modelos para R$ 15.800, um valor bastante significativo.

Portanto, é bom ficar atento nas promoções de ambas as marcas, pois a diferença de preço entre eles pode ser um fator de decisão, já que ambos vão cumprir a missão porposta pelas fabricantes, mesmo que de forma um pouco diferente em termos de desempenho e conforto.

Compartilhar
Marcos Villela
Jornalista técnico e repórter especial no site e na revista Transporte Mundial. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia e O Debate, ambos de Belo Horizonte (MG).