Vitória da Iveco freia ascensão russa no Dakar

32

Finalizada a participação em solo boliviano, o Rally Dakar volta a Argentina ao término da oitava etapa do campeonato, que recolocou a Iveco na liderança geral do rali. Depois de 534 quilômetros percorridos, Gerard de Rooy, da Iveco, foi o campeão da etapa, cravando 4h41m59s; seguido pelos russos Nikolaev, +2m35s e Karginov, +5m23s.

A etapa marcou também a queda da MAN, até então liderada pelo piloto Versluis, que caiu para a terceira colocação no geral. Além disso, os russos, que parecem terem entrado de vez no jogo, foram freados — por enquanto — pela vitória do piloto da marca italiana.

A partir de hoje, nona etapa da competição, a prova retoma as chamadas “etapas maratonas”, quando os pilotos, ao final do dia, não poderão receber auxílio da equipe, ficando os veículos recolhidos em local fechado.
 
Veja a classificação geral da competição:

Gerard de Rooy Iveco 25h49m26s
Nikolaev Kamaz +7m58s
Versluis MAN +13m29s
Stacey MAN +20m46s
Mardeev Kamaz +22m21s