Volvo FM elétrico começa a ser testado em coleta de lixo

97

Um caminhão Volvo FM elétrico rígido 4×2 iniciou um período de testes de três meses na coleta de lixo na cidade Curitiba/PR. O veículo está implementado com um compactador de 15 m3 e tem autonomia para rodar até 150 quilômetros.

Volvo FM Elétrico em operação de coleta de lixo em Curitiba

O Volvo FM Electric é movimentado por dois motores elétricos que combinados geram 450 cv, além de quatro baterias de 360 kWh de energia total.

Segundo a fabricante, se o FM elétrico for comparado com um caminhão movido a diesel que roda anualmente cerca de 50 mil quilômetros, a operação total deixará de emitir cerca de 60 toneladas de CO2.

Caminhões  adequados à coleta de lixo

O head de eletromobilidade de caminhões da Volvo, Marco Mildenberg, destaca que os caminhões elétricos são bastante adequados à coleta de lixo. Ele justifica que o baixo nível de ruídos e a ausência de emissões contribuem para o conforto e a qualidade de vida de pessoas que moram em locais onde é feita a operação de coleta.  

De acordo com Mildenberg, o mercado de veículos pesados elétricos para essa aplicação tende a crescer. “Os motivos são o constante desenvolvimento das áreas urbanas e a contínua preocupação com emissões e ruídos”, explica.

Volvo FM tem suspensão a ar nos dois eixos

O FM coletor de lixo tem suspensão a ar nos dois eixos e o sistema regenerativo de freios transforma a energia da frenagem em eletricidade para carregar as baterias. A cabine, por sua vez, disponibiliza espaço para mais três pessoas da equipe além do motorista.

O Volvo FM elétrico é produzido na Suécia, mas boa parte do projeto mecânico, elétrico e hidráulico foi desenvolvido por engenheiros brasileiros da empresa. Essa integração facilitou a instalação do implemento compactador de lixo.

Outro item do caminhão destacado pela Volvo é a tomada de força conectada diretamente na caixa de marchas I-Shift. No caso do modelo FM elétrico, a tomada força pode ser ligada também em um motor elétrico adicional ou em tomada elétrica externa.

Volvo FM conta com sistema de monitoramento e segurança

O FM elétric preparado para a coleta de lixo foi devidamente adaptado à  norma NR34. Essa é a regra oficial que regulamenta os equipamentos para transporte de resíduos urbanos no Brasil.

O FM elétrico conta com um sistema de monitoramento por câmera que amplia a visibilidade do motorista. Além disso, também tem tecnologia para detectar presença de pedestres e ciclistas para informar o motorista.

Outros itens de segurança são airbag, controle de estabilidade e de tração, detector de sonolência, cabine com célula de sobrevivência e faróis de Led.

A engenharia da Volvo também instalou um sistema sonoro para alertar pedestres, já que o caminhão não emite ruídos de motor. O sistema emite sons discretos, criados eletronicamente, quando o veículo está parado, arrancando, acelerando ou em movimento de marcha à ré.

Regulamentação de peso sobre eixo dianteiro

A Volvo e a Senatran (Secretária Nacional do Trânsito) iniciaram estudos de campo para a regulamentação de peso sobre o eixo dianteiro de caminhões elétricos. A expectativa é que seja autorizado um adicional de mais 2.000 kg.

Em caso de aprovação o peso legal pasará a ser de 8 toneladas. Atualmente a legislação permite o máximo de seis toneladas para os caminhões movidos a diesel.

Por fim, o Volvo FM Electric estará em operação na frota da empresa Cavo, do Grupo Estre, que faz a coleta de resíduos na capital paranaense.