Editorial da revista TRANSPORTE MUNDIAL edição 169 que está durante todo mês de janeiro de 2018 nas bancas:

Diversos indicadores econômicos não deixam dúvidas de que a mais longa recessão econômica brasileira está ficando para trás. Para o setor de transportes, o melhor indicador é a estimativa de que o volume de carga a ser transportado em 2018 seja o mesmo de 2014, portanto, de 1,68 trilhão de toneladas por quilômetro. Considerando que nesses últimos quatro anos muitas estruturas de transportes (transportadoras, caminhões, armazéns, postos de trabalho etc.) foram desativadas, muito terá que ser reconstruído a partir de 2018 para transportar mais carga.

O mercado de caminhões pesados já vem se recuperando desde o início do segundo semestre de 2017. Também já é percebido a volta do consumo pelas famílias, o que gera necessidade de transporte em diversos segmentos, como o de abastecimento urbano (abastecimento de indústrias com matérias-primas e insumos) e de transferência entre fábricas e centros logísticos de distribuição.

A crise exigiu ganhos de eficiência das transportadoras para alcançarem redução de custos, porém, com comprometimento de investimentos. Agora será hora de voltar a investir, mas os ganhos de produtividade e competitividade permanecem. Também devemos levar em consideração que esta retomada de crescimento será lenta e gradativa.

Assim, os embarcadores serão mais seletivos e vão querer escolher transportadoras mais eficientes, mas não só em custos, mas em valores exigidos por uma sociedade mais consciente, conectada e bem-informada. As exigências por segurança, sustentabilidade e responsabilidade social estão crescendo e o efeito disso ocorre em cadeia. Assim, os transportadores, por sua vez, também devem ser mais exigentes com os seus fornecedores de caminhões, pneus, combustíveis etc.

Depois de superamos uma crise de quatro anos, desejamos que 2018 seja para escrevemos mais sobre novas superações, pois ainda há muito o que fazer para o Brasil melhorar a sua eficiência logística!

 

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).