Volvo desiste da compra de fabricante de caminhões pesados na China

421

A Volvo Trucks anunciou hoje (12/05), que não prosseguirá com a transação envolvendo a compra da montadora chinesa JMC Heavy Duty Vehicle Co., Ltd, e de sua fábrica de caminhões pesados em Taiyuan, província de Shanxi, China.

O motivo citado pelo grupo sueco é que as condições para fechar a transação com a Jiangling Motors Co., Ltd não foram atendidas.

No entanto, o presidente da Volvo Trucks, Roger Alm, destacou que a empresa tem grandes oportunidades no mercado chinês e os esforços para desenvolver a a presença no mercado chinês irão prosseguir.

EXPANSÃO 

“Nossa ambição de longo prazo é expandir nossos negócios e continuar entregando nossos caminhões de alta qualidade para clientes na China, juntamente com nossos parceiros revendedores no país”, disse Roger Alm.

O executivo lembrou ainda que a Volvo Trucks tem uma longa história de atividades comerciais bem-sucedidas na China. Os veículos da marca estão presentes no mercado chinês desde 1934 com modelos importados.

Em 2020, por exemplo, foram entregues mais de 4.500 caminhões pesados da marca .

A aquisição da aquisição da JMC Heavy Duty Vehicle Co., Ltd garantiria a  expansão da operações comerciais da Volvo Trucks no maior mercado de veículos comerciais do mundo.

A compra da JMC Heavy Duty Vehicle (subsidiária da Jiangling Motors) foi anunciada em agosto de 2008.  O plano era começar as atividades na China até o final de 2022. A capacidade da fábrica prevista para dentro de poucos anos era de produzir 15 mil caminhões/ano dos modelos FH, FM e FMX.