Mercedes inaugura campo de provas de pesados em SP

622

A cidade de Iracemápolis, no interior de São Paulo, acaba de receber o mais recente investimento da Mercedes-Benz Brasil. Trata-se de um novo campo de provas, o terceiro da marca no mundo, totalmente voltado para testes de veículos comerciais (inicialmente, ônibus e caminhões) ao custo de R$ 90 milhões.

Com 12 km de extensão, o campo de provas conta com 16 pistas para vários tipos de testes, sendo 14 para verificação de durabilidade estrutural, uma de conforto acústico e térmico e uma de terra. Além disso, a expectativa da marca é acelerar o processo de desenvolvimento e certificações de futuros veículos comerciais. 

Testes acústicos são realizados no local para a obtenção de certificação de ruídos

Segundo a fabricante, a pista, que é exatamente igual a unidade de provas alemã, poderá ser empregada na validação de testes de qualquer produto global da Mercedes-Benz. A norma ISO que libera essas homologações nacionais e internacionais é a 10.844.

Parceiro tecnológico

Para auxiliar os engenheiros da estrela, o campo de provas da Mercedes-Benz emprega a tecnologia Driver Guidance System, sistema que faz a conexão global de todas as pistas de testes de durabilidade do Grupo Daimler no mundo.

Com a tecnologia, qualquer veículo que esteja em testes pode, em tempo real, ser acompanhado por equipes de engenharia de qualquer outro campo de provas da Mercedes-Benz.

Expansão

O presidente da Mercedes-Benz Brasil, Philip Scheimer, em conversa com a imprensa, falou também sobre a possível ampliação do campos de provas em um segundo momento, podendo receber também uma pista de alta velocidade (ou reta infinita, como é comumente usado).

Mercedes-Benz já trabalha para construir a pista de alta velocidade (no anel externo), segundo fonte ouvida pela TRANSPORTE MUNDIAL

“Esse moderno e avançado campo de provas amplia notavelmente nossa capacidade de simulações e testes, acelerando e otimizando cada vez mais o desenvolvimento tecnológico de veículos comerciais para nossos clientes do Brasil e de outros mercados de exportação. Com esse novo passo, a Mercedes-Benz reforça ainda mais sua presença na plataforma global de desenvolvimento do Grupo Daimler”, afirma Scheimer.