DAF cresce mais que o mercado total de caminhões no Brasil

817

A DAF Caminhões fechou o primeiro semestre deste ano com crescimento de 18,2%. Com isso, a marca cresceu mais que o mercado total de caminhões que, aliás, contabiliza queda de 12%.

Assim, a fabricante de origem holandesa emplacou 3.580 caminhões novos nos primeiros seis meses de 2023. E, no mesmo período de 2022, somou 3.030 vendas. Os números são da Fenabrave, que representa os revendedores de veículos no país.

LEIA TAMBÉM: Produção e licenciamento de caminhões e ônibus Euro 6 fecham o semestre em queda

Dessa forma, importante ressaltar que desde a entrada do Provonve P8 (Euro 6), a DAF optou por não fazer estoques na rede. Portanto, desde janeiro, vendeu apenas caminhões Euro 6. Indo na contramão do mercado que até março faturou estoques de Euro 5.

Dessa forma, a DAF contabiliza seu melhor resultado, desde que chegou ao Brasil, há 10 anos. Nesse sentido, de lá até agora, a fabricante registra as vendas de 30 mil caminhões.

“Conquistamos o reconhecimento do mercado. E estamos orgulhosos por chegarmos com força à marca de 30 mil veículos”, diz Luiz Gambim, diretor comercial DAF Brasil.

DAF cresce mais que o mercado total de caminhões no Brasil
Luiz Gambim comemora os bons resultados da marca nesses 10 anos de Brasil

Projeto DAF na linha Euro 6

Desde 2020, a marca se preparou para a introdução da nova tecnologia Euro 6. Para isso, em 2020, antecipou a adaptação dos seus caminhões Euro 5 à tecnologia do Proconve P8/Euro 6. Modelos da linha XF foram totalmente preparados para receber as adaptações necessárias. E algumas unidades circularam por um período de dois anos de rigorosos de testes para garantir o desempenho, antes de ser autorizada a entrada em produção.

“Nossa estratégia de antecipar a nova tecnologia do Euro 6 foi a mais assertiva. O que nos garantiu, hoje, os bons resultados de vendas no segmento. Estudamos muitos nos últimos dois anos, realizamos rígidos testes em laboratórios, bem como de durabilidade acelerada em pistas específicas. E em ambientes controlados, onde reproduzimos as condições mais severas das estradas”, explica Gambim.

Planos

Assim, crescendo em um patamar acima do mercado, a companhia projeta aumentar em 15% a produção, no comparativo com 2022, superando o desempenho do setor. A DAF trabalha, ainda, com uma expectativa de aumento de demanda entre 30% e 70% nos próximos seis meses do ano.

Para isso, a marca expande sua participação com uma estrutura de serviços cada vez mais robusta. Além de aumentar a capacidade de atendimento e a qualificação dos profissionais. Nesse sentido, até o final deste ano, a DAF vai inaugurar 11 unidades entre concessionária e lojas TRP. Atualmente existem 57 pontos de atendimento pelo Brasil.