Grupos oportunistas aparecem em meio às paralisações

236

Grupos pró-intervenção militar tentam tirar proveito da greve dos motoristas autônomos, seja via grupos de caminhoneiros no WhatsApp, ou mesmo influenciando aqueles que estão com caminhões parados na rodovia a colocarem faixas com palavras de ordem sobre o tema.

Fato é que nem todos os motoristas são a favor desses atos considerados oportunistas e tampouco querem misturar os temas.

“As manifestações que estão acontecendo no país inteiro têm como objetivo melhorar as nossas condições de trabalho, e a redução do combustível faz parte disso. Estamos assistindo, seja nas estradas ou mesmo através dos grupos de WhatsApp, imagens de caminhões ou pessoas gritando palavras de ordem, mas é uma minoria e não representa nem o que queremos e nem o real significado dessas paralisações”, conta Thiago Rodrigues, caminhoneiro autônomo de Hortolândia, região de Campinas.

O motorista autônomo ainda acrescenta que, além desses grupos, há também pessoas fazendo política querendo se aproveitar desse momento.

“Tem gente tentando tirar o foco da greve, tem gente criticando a greve. Mas agora temos o apoio da população e também dos empresários de transporte. E enquanto o governo tratar com meia dúzia, e não com os autônomos, nós não vamos sair das estradas, porque essa luta é nossa. E por isso, esses oportunistas estão tentando se promover às nossas custas. Não vamos permitir, porque o nosso foco é obter do governo melhorias para podermos trabalhar com mais dignidade”, ressalta Rodrigues.

Hoje, sexta-feira (25), a paralisação está no quinto dia em 24 Estados, mais o Distrito Federal, com reflexos em abastecimento e transporte.

Há pouco, Bruno Covas, prefeito em exercício da cidade de São Paulo, decretou estado de emergência. Apenas cerca de 40% da frota de ônibus opera na cidade nesse momento e a maior parte dos postos de abastecimento não possui mais combustível e o que possui, para abastecer, as filas estão quilométricas levando os donos dos postos a limitarem o abastecimento por veículo.