VWCO entrega 120 ônibus para o programa Caminho da Escola

167

A Volkswagen Caminhões e Ônibus acabou de entregar 120 ônibus 8.180 E ORE 1 para o Programa Caminho Escola. Trata-se das primeiras unidades da atual licitação adquiridas pela Secretaria Estadual de Educação do Estado do Mato Grosso (Seduc-MT).

A Volkswagen entregou mais de 28 mil ônibus para o programa Caminho da Escola

Esta é a primeira entrega de veículos para o programa este ano, cujo objetivo é renovar e ampliar o número de ônibus escolares e garantir qualidade ao transporte à escola. Todas as unidades são equipadas com ar-condicionado e configuração específica para a operação.

Nova remessa de 150 ônibus será entregue até maio

Uma nova remessa com 150 ônibus será entregue à Seduc-MT até maio. De acordo com Adriana Cecconello, gerente de Vendas ao Governo da montadora, os ônibus da marca são muito requisitados pelas prefeituras.

Segundo ela, os veículos são robustos e contam com rápido atendimento pela rede de 146 concessionárias em todo o País. A participação da montadora pode somar 5.600 unidades licitadas para o Programa Caminho da Escola.  

Aplicação fora de estrada

O Volksbus 8.180 E ORE 1 atende a aplicações fora de estrada no transporte de escolares em zonas rurais. Para isso a suspensão é reforçada e elevada em relação ao solo. O modelo é equipado com motor de 3.8 litros, 180cv de potência e 600Nm de torque.

Outro detalhe técnico é o eixo traseiro com bloqueio automático do diferencial. Essa característica contribui para garantir melhor desempenho ao trafegar em terrenos acidentados e escorregadios.

O objetivo do programa é renovar a frota de veículos escolares, facilitar o acesso a escolas e contribuir para a redução da evasão escolar.  Os ônibus são padronizados e têm os preços reduzidos.

Desde o início do programa, em 2007, a Volkswagen Caminhões e Ônibus entrou mais de 28 mil unidades. “Seguimos com o propósito de contribuir para o acesso de estudantes à educação sendo a maior fornecedora de ônibus escolar ao governo brasileiro”, destacou Adriana Cecconello.