Em uma avaliação feita de forma independente na Alemanha deu o título Green Truck Award de caminhão rodoviário de longa distância mais econômica para o Scania R 500. O modelo apresentou consumo de 4,01 km/l com PBTC (Peso Bruto Total) de 40 t.

O teste foi feito por um percurso de 350 km a uma velocidade média de 80 km/h. Na Europa, o consumo de veículos é medido por litros consumidos a cada 100 km e não por km/l como no Brasil. Assim, o R 500 consumiu 24,92 litros a cada 100 km. O motor desta geração é de 13 litros e devemos levar em consideração as boas condições das estradas alemãs e o limite de peso menor do que aqui.

Mas, para se ter uma ideia da evolução do motor Scania em uma década, em 2007, a revista TRANSPORTE MUNDIAL na Espanha fez um teste em condições similares com o R 500 daquela época, quando o propulsor era de 15,6 litros em V. O consumo foi de 35,15 litros por 100 km, ou 2,84 km/l.

Agora, veja a evolução o consumo de outros modelos Scania testados pela TRANSPORTE MUNDIAL no Brasil. Obviamente, devemos considerar que sempre há variações das condições de topografia, de trânsito e carga, portanto, os resultados servem apenas para uma referência:

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).