Cummins e Peterbilt se unem por tecnologias de motores

463

A Cummins e a Peterbilt Motors anunciaram parceria com intuito de desenvolver tecnologias de motores mais eficientes para caminhões. O programa denominado SuperTruck II será financiado pelo DOE (Departamento de Energia dos EUA), laboratórios, empresas e universidades locais.

“A Cummins está focada no desenvolvimento de tecnologias que podem transformar a indústria e ajudar nossos clientes a ter mais sucesso”, disse Wayne Eckerle, vice-presidente Cummins nas áreas de pesquisa e tecnologia. “Combinando algumas das melhores mentes disponíveis para esse projeto, estou confiante de que podemos alcançar nossos objetivos e produzir bons resultados para o meio ambiente.”

O DOE irá financiar quatro projetos para desenvolver e demonstrar tecnologias de baixo custo com objetivo de dobrar a eficiência dos caminhões da Classe 8 (equivalente aos rodoviários pesados). O objetivo do programa é acelerar o ritmo de redução do consumo de diesel e de gás de efeito de estufa dos veículos de transporte de carga do país.

Para o SuperTruck II, as equipes das empresas Cummins e Peterbilt vão se concentrar em avanços que sejam inovadores, porém, que sejam rentáveis e possíveis de serem aplicadas no mundo real.

“O programa SuperTruck I servirá de base para essa segunda fase. Nossos engenheiros estão focados em melhorar a eficiência do motor, da aerodinâmica e desenvolver outras tecnologias de sistemas para reduzir os gases de efeito estufa, mesmo porque esses são requisitos para os anos 2021, 2024 e 2027”, disse Darrin Siver, gerente geral da Peterbilt.

Como prova do impacto que esse programa gera ao mercado, muito do que se desenvolveu no programa Supertruck I está sendo produzido e será aplicado em modelos produzidos a partir de 2017 e isso inclui novidade por parte da Cummins e da Peterbilt.

BONS FRUTOS
Em 2014, o resultado do SuperTruck I foi apresentando. A Cummins e Peterbilt desenvolveram o “SuperTruck”, caminhão pesado mais econômico do mundo, pois foi capaz de consumir 4,54 km/l. O veículo ganhou cabine Peterbilt 579 e motor Cummins ISX 15. A marca de consumo de 4,54 km/l foi alcançada durante testes em dezembro de 2013, entre as cidades de Denton e Vernon, no Texas. O caminhão, lastreado com 29 t, a uma velocidade média de pouco mais de 100 km/h, percorreu cerca de 500 km, exatamente a mesma distância que havia feito há dois anos (quando registrou a média de 2,3 km/l).


O “SuperTruck” é fruto de iniciativa público-privada para estimular a inovação na indústria norte-americana de veículos comerciais, com apoio de agências do governo, laboratórios e universidades, além do Departamento de Energia dos EUA (DOE). Em quatro anos, foram investidos 38,8 milhões de dólares no programa, que teve início em 2009 e terminou em 2013.

De acordo com as empresas envolvidas, as melhorias realizadas no SuperTruck já permitiram atingir ganhos de até 75% de economia de combustível, além de reduzir em 43% as emissões de gases nocivos ao meio ambiente. Na prática, a economia com combustível pode chegar ao valor de 27 000 dólares por ano.