Uma das principais novidades que Citroën e Peugeot vão apresentar na próxima Fenatran — a ser realizada entre os dias 16 e 20 de outubro em São Paulo —, os furgões e vans Jumpy e Expert serão montados no Uruguai. 

Peugeot Expert tem versões para até 6,6 m3 de capacidade. Foto: Divulgação/PSA

A parceria para montagem no país vizinho com a Nordex foi assinada pelo Grupo PSA, controladora das duas marcas francesas. A Nordex possui uma planta industrial em Montevidéu que, além de atender o Grupo PSA, monta o Kia Bongo, os caminhões Renault Premium e Midlum, e os Geely EC7 e LC.

A capacidade de montagem dedicada aos modelos da Peugeot e Citroën é de 6 mil veículos por ano e a produção será iniciada no segundo semestre deste ano.

As vantagens de montar no Uruguai são os custos menores e a possibilidade de exportar para os países do Mercosul sem imposto de importação. O principal mercado será o brasileiro, mas as marcas são bastante atuantes na Argentina, onde o Grupo PSA tem a vice-liderança do segmento de veículos utilitários, e no Chile, onde ele é líder. 

Características técnicas

Citroën Jumpy conta com três versões de tamanho e motores diesel de 95 cv a 180 cv. Foto: Divulgação PSA

O grupo ainda não divulgou detalhes das versões que serão montadas e enviadas para o Brasil. As características técnicas são idênticas entre Peugeot Expert e Citroën Jumpy, variando o acabamento, lista de equipamentos e política comercial.

Mas na Europa, esses modelos são oferecidos em versões furgão para carga Jumpy XS/Expert Compact (4,60 m de comprimento total), Jumpy M/Expert Standard (4,95 m) e Jumpy XL/Expert Long (5,3 m).

A XS tem 3,3 m de comprimento no compartimento de carga e a altura é de 1,40 m em todas as versões. A capacidade volumétrica é de 5,1 m3 na XS. A altura externa é de 1,90 m em todas as versões. No habitáculo de passageiros cabe o motorista e mais dois passageiros. A versão M carrega 5,8 m3 e XL, 6,6 m3. 

As versões de passageiros transportam até nove pessoas, incluindo o motorista. O que vai variar em função do comprimento é o compartimento para bagagem, entre 3,2 m3 e 4 m3. 

Os modelos são oferecidos apenas com motores diesel, podendo ser de 95 cv (câmbio manual de 5 marchas ou automatizado de 6 velocidades), 115 cv (câmbio manual de 6 marchas), 150 cv (câmbio manual de 6 marchas) e 180 cv (câmbio automático de 6 velocidades). 

A capacidade de carga útil em peso varia entre 1.245 kg e 1.424 cv, conforme o motor escolhido. O preço parte de 22.650 euros, o equivalente a R$ 76.227 em uma conversão livre. Lógico que no Brasil, devido a nossa carga tributária, este valor será bem maior. 

A linha conta com versões tipo chassi cabine para transformadores montarem carroceria frigorífica, ambulância, picapes etc. 

 

Compartilhar
Editor da revista e site Transporte Mundial desde fevereiro de 2002. Além de caminhões, é apaixonado por motocicletas e economia! Foi coordenador de comunicação na TV Globo, assessor de imprensa na então Fiat Automóveis, hoje FCA, e editor-adjunto do Caderno de Veículos do Jornal Hoje Em Dia, de Belo Horizonte (MG).